Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Em Parauapebas, idosa pede ajuda para adquirir prótese

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Ela tem 59 anos de idade, trabalhou uma vida inteira como Auxiliar de Serviços Gerais (ASG); hoje está viúva e necessitando de uma prótese para voltar a se locomover e ter uma vida próxima do normal.

Ela é Elice Inácio Melo, e conta que em seu trabalho não tinha condições necessárias, o que lhe rendeu feridas nos pés e por ser diabética, teve que amputar sua perna esquerda. “A partir daí minha vida mudou por completo, pois, além de não poder mais me locomover por si só, não pude mais trabalhar e nem mesmo cuidar de minha casa”, se queixa Elice.


Já se aproxima de dois anos que dona Elice perdeu sua perna e até agora não conseguiu uma prótese o que, segundo ela, é seu sonho, mas não tem condições financeiras para adquirir uma que custa em média R$ 7 mil, valor que é muito para a idosa, mas para muitos, é pouco.

 

Dona Elice diz ter fé que alguém de bom coração irá auxilia-la a realizar seu desejo, pois, conta apenas com o apoio da família que também não tem condições financeiras. “Estou aqui fazendo este apelo e acredito que serei ouvida”, pede Elice.

Quem quiser e puder auxiliar esta senhora, pode manter contato através do telefone (94) 99170-0261; ou procurá-la na Rua Minas Gerais, 28A, Bairro Rio Verde, em Parauapebas.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também