Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Em Parauapebas, rastreador de celular leva acusado de praticar assalto para o xilindró

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A tecnologia ajudou a polícia de Parauapebas a encontrar um homem que está sendo acusado de ter assaltado pelo menos três mulheres que trabalham com vendas externas. Trata-se Antônio da Silva Marinho.

Através de um celular roubado, os policiais, com auxílio do rastreador do aparelho, chegaram até o Bairro Bom Jesus II, onde Antônio estava de posse do equipamento, quando as vítimas o reconheceram como sendo o assaltante.


Na 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas, Antônio da Silva Marinho negou que tenha praticado o delito e afirmou que nem se quer tinha saído de casa naquele dia, porém, não foi o suficiente para convencer os investigadores.

Ainda na delegacia de Polícia Civil, os investigadores descobriram que contra Antônio havia um mandado de prisão preventiva que foi expedido pela Juíza Ana Karla Diniz Gomes da Costa, da 1ª Vara Criminal de Parauapebas, por outro crime semelhante.

Com isso, Antônio acabou sendo transferido para a Cadeia Pública de Parauapebas na manhã desta terça-feira (1).

Publicidade

Veja
Também