Em Parauapebas, vereador requer instalação de wi-fi ao longo da PA-275

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Visando atender aos praticantes de esporte e pessoas que transitam pela Rodovia PA-275, o vereador Luiz Castilho (Pros) sugeriu ao governo municipal, por meio da Indicação nº 493/2021, que faça estudo de viabilidade de liberação de wi-fi ao longo da rodovia, no percurso que vai da portaria de acesso a Carajás ao Lago da Nova Carajás. A proposição foi apresentada na sessão ordinária da Câmara Municipal na última terça-feira (10).

O legislador explica na justificativa da indicação que a proposta dispõe sobre a viabilidade de instalação da internet através do “Programa Wi-Fi gratuita”, já praticado nas praças, parques e pontos turísticos do município de Parauapebas, seja com recursos próprios ou por intermédio de convênios e parcerias público-privadas ao longo da PA-275, no entorno do Lago da Nova Carajás e no entorno do lago que está sendo construído entre a PA-275 e o Palácio de Governo, pelo programa Prosap, com vistas a atender aos desportistas e demais cidadãos.


Segundo Luiz Castilho, o “Programa Wi-Fi gratuita” tem por objetivo instrumentalizar a inclusão digital na democratização da informação, no acesso à cultura e como ferramenta educacional, extensivo para acesso a notícias, entretenimento, buscas e pesquisas, relacionamento, entre outros, que proporcionem conhecimento e interação.

Luiz Castilho – Vereador

 

“A internet hoje é uma ferramenta indispensável para nossas vidas, utilizada amplamente para capacitação e conhecimento, de forma que sua implementação trará maior conforto e melhor qualidade de vida à população”, destaca o vereador.

Ele acrescenta que a prefeitura deverá, a título de garantir a utilização e fornecimento do serviço, proibir o acesso a sítios de pornografia, apologia ao crime ou materiais ilícitos através de sistema, programas ou equipamentos para este fim, e que o sinal wi-fi possa ser acessado por meio de celular, smartphone, tablet, notebook e demais aparelhos que possuam dispositivos compatíveis com o padrão wi-fi de conexão à internet.

Depois de ser lida pelo autor, a indicação foi aprovada pelos demais vereadores em plenário, e agora ela será enviada ao Poder Executivo para ser incluída nas ações de governo.

veja também