Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Em Parauapebas, vereadora requer regulamentação para coibir queimadas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Como mecanismo de salvaguardar a saúde dos moradores e o meio ambiente de Parauapebas, a vereadora Joelma Leite (PL) pediu ao Poder Executivo, na sessão ordinária desta terça-feira (19), que regulamente a prática de queimadas no município.

A proposta da legisladora foi apresentada ao plenário por meio da Indicação nº 136/2020 e tem o objetivo de proibir queimadas em vias públicas e no interior de imóveis públicos ou particulares da zona urbana do município.


Joelma anexou em seu pedido o anteprojeto de lei que define as diretrizes a serem adotadas pela administração municipal como meio de eliminar a prática de queimadas.

A proposta trazida pelo anteprojeto determina também que proprietários de lotes vagos sejam obrigados a mantê-los limpos, evitando a ocorrência de queimadas criminosas e a aglomeração de animais peçonhentos. Tal violação pode acarretar multa.

A vereadora já havia solicitado na Indicação nº 226/2018, aprovada na sessão ordinária de 9 de agosto de 2018, a imposição de legislação que coibisse as queimadas. Entretanto, não houve implementação do pedido.

Novamente, a vereadora requisitou do Executivo medidas que evitem as queimadas, comuns na cidade como meio de destruir resíduos sólidos. A vereadora ainda definiu as constantes queimadas como um problema de saúde pública.

“A transformação de detritos sólidos em substâncias gasosas e tóxicas acaba gerando intensa demanda em postos de saúde e hospitais municipais, atingindo, em sua maioria, crianças, idosos e pessoas com problemas respiratórios, já que a fumaça contém substâncias tóxicas, inclusive com ações cancerígenas”, ressaltou Joelma Leite.

Por fim, a vereadora destacou que a promoção de queimadas gira em torno de maior praticidade de seu uso para eliminar o lixo ou limpar terrenos, porém existem inúmeros meios capazes de resolver a situação sem prejudicar o meio ambiente e, consequentemente, a coletividade.

Compreendendo que a solicitação da vereadora Joelma irá melhorar a saúde pública no município, os vereadores aprovaram a indicação, que será enviada para análise e possível implementação do Executivo municipal.

Publicidade

Veja
Também