Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Em “sessão relâmpago”, Câmara aprova crédito adicional de mais de R$ 200 milhões para a Prefeitura

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mesmo com muita polêmica e insatisfação popular, foi aprovado hoje em segunda discussão na Câmara Municipal de Parauapebas em Sessão Extraordinária, o Projeto de Lei 027/2013 que trata do crédito adicional especial para compor o orçamento de 2013 da Prefeitura Municipal de Parauapebas no valor superior a R$ 200 milhões.

Antes da sessão, alguns vereadores usaram seus perfis nas redes sociais e acionaram a imprensa local e convidaram a população em geral para participarem na manhã de hoje às 10h00min da Sessão Extraordinária, porém, para a surpresa da população e até mesmo dos vereadores Bruno Soares (PP), Eliene Soares (PT), Miquinha (PT) e Arenes (PT), a Sessão se iniciou por volta das 9h00min e 13 minutos depois o projeto foi votado rapidamente sem discussão, sem a presença dos vereadores citados, e a Sessão foi finalizada com a aprovação do projeto da Prefeitura de Parauapebas.


De acordo com a assessoria de comunicação (ASCOM) da Prefeitura de Parauapebas, “sem essa aprovação seria legalmente impossível a Prefeitura realizar, ainda esse ano, grandes obras de infraestrutura, destacando-se entre elas: a duplicação da rodovia PA 275; duplicação e iluminação da PA 160; urbanização do igarapé Ilha do Coco; ampliação da rede de água e esgoto; substituição de adutoras; construção de 10 reservatórios de água; ampliação da distribuição de água na Palmares Sul; implantação da distribuição de água na Palmares II; projeto de água para o Bairro Caetanópolis; obras para reduzir o déficit habitacional do município”.

Por sua vez, o vereador Bruno Soares afirmou que isso foi uma estratégia dos vereadores que fazem parte da base do Governo Valmir Mariano (PSD), para que o projeto fosse votado o mais rápido possível e sem a participação popular.
“ O problema é que o Sr. Valmir Mariano até a presente data não conseguiu investir nem o recurso aprovado no orçamento 2012, somando hoje mais de 600 milhões em caixa. Será que existe a necessidade de pedir mais R$ 200 milhões? Infelizmente mais uma vez a população de Parauapebas perdeu hoje”, destacou o parlamentar.

Vereadores que foram favoráveis ao crédito adicional:
Maridé Gomes; José Pavão; Ivanaldo Braz; João do Feijão; Irmã Luzinete; Devanir Martins; Antonio Chaves Major da Mactra; Charles Borges; Odilon Rocha

Vereadores que são contra o crédito adicional:
Bruno Leonardo Araújo Soares; Arenes; Eliene Soares, Miquinha, Josineto e Euzébio.

Publicidade

Veja
Também