Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Engenheiros da UFPA vão aos prédios do Residencial Alto Bonito e vistoriam rachaduras

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Fotos: Francesco Costa | Portal Pebinha de Açúcar

Rachaduras que continuam a aumentar têm tirado o sono dos moradores do Residencial Alto Bonito, em Parauapebas; muitos deles decidiram deixar os apartamentos se abrigando em casas de parentes, outros, tem optado por dormir em barracas, por medo de serem pegos de surpresa com o possível desabamento dos prédios.

Assim, manifestos, reuniões, perícias técnicas e outras ações têm feito daquele complexo de moradias populares manchete nos principais veículos de comunicação de Parauapebas e região. Nas notícias figuram os moradores certos que a estrutura está comprometida e todos que ali residem estão correndo iminente perigo; e o corpo técnico de engenheiros da Caixa Econômica Federal, órgão responsável pela construção e financiamento, garantindo que as “fissuras” são apenas nas paredes sendo que as estruturas estão intactas, não tendo, por isso, perigo de desabamento. Mas, o parecer técnico não convence os moradores que sugerem a remoção das famílias dos blocos comprometidos e apontados por eles: 4, 7, 10, 11, 15, 19 e 22, até que se resolva a “aparente” ameaça de desabamento.


 

A movimentação no local é grande, tanto por moradores, quanto por curiosos que vão ver as rachaduras nas paredes. Quem também tem feito movimentação por lá são servidores da Secretaria Municipal de Habitação (SEHAB), além de profissionais do ramo da construção civil.

Na manhã de ontem, quarta-feira (5), quem esteve por lá foram engenheiros da Universidade Federal do Pará (IFPA), fazendo visita técnica nos prédios do Residencial Alto Bonito.

Durante o ato, moradores se aglomeraram, no desejo de saber o motivo da visita e de ouvir algo que os tranquilizassem. Porém, ninguém falou a respeito do caso. De acordo com a Assessoria de Comunicação da SEHAB, a secretaria irá se manifestar em dias posteriores a respeito da visita da equipe da universidade, detalhando os motivos e os resultados.

Publicidade

Veja
Também