Escolas de tempo integral começam a virar realidade na rede pública de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Parauapebas celebra um novo tempo para a educação municipal: a implantação de três escolas de tempo integral. Nas últimas semanas, a população da cidade acompanhou o início das atividades escolares neste novo modelo de ensino nas unidades educacionais: Paulo Fontelles de Lima (Rio Verde) e Crescendo na Prática (Palmares 2). Hoje, 14, foi a vez da aula inaugural da escola João Evangelista (Palmares Sul).

A educação em tempo integral tem como objetivos principais ampliar tempos, espaços escolares e oportunidades de aprendizagem. Possui uma organização pedagógica que visa garantir a formação integral dos estudantes, bem como o seu projeto de vida, levando em consideração suas especificidades, sua história e sua cultura.


A implantação dessas três unidades escolares está beneficiando mais de 1.800 estudantes do ensino fundamental 2 (6º ao 9º ano), que a partir de agora passam a estudar 7 horas por dia em um ambiente totalmente adaptado para atendê-los durante este período. A carga horária é distribuída entre atividades curriculares da base comum, diversificada e eletivas.

“O projeto das escolas de tempo integral é um sonho antigo do governo municipal, que estamos colocando em prática. E o objetivo é expandi-lo, principalmente, por meio do Programa Escolas por Toda Parte, que objetiva a construção de mais de 30 novas escolas”, afirma o secretário de Educação, José Leal Nunes, para quem o projeto representa mais qualidade para a educação municipal.

Para Maria Aparecida Gonçalves da Silva, gestora da escola Paulo Fontelles de Lima, o modelo traz inovação e mais qualidade para ensino. “Nós estamos escrevendo uma nova página da educação de Parauapebas e o sentimento é de muito orgulho e ao mesmo tempo de muita responsabilidade. Estou muito honrada em fazer parte dessa história. A comunidade só tem a ganhar com este novo modelo de ensino implantado em Parauapebas”, destaca a gestora.

Os alunos Débora Rodrigues e Vitor Alencar sabem o quanto essa oportunidade é importante para a vida escolar deles. Segundo eles, é um privilégio poder estudar nas primeiras escolas de tempo integral do município. “Aqui com certeza poderei me desenvolver melhor, as possibilidades de aprendizagem são ampliadas”, comemora Débora, enquanto Vitor frisa que está muito esperançoso e que essa nova fase vai impactar diretamente sua vida profissional.

“A educação é uma das nossas prioridades. Estamos investindo em o que há de melhor para que nossos alunos tenham acesso ao máximo de conhecimento possível. Agora a escola de tempo integral é uma realidade no nosso município, começamos com três, mas em breve teremos mais escola funcionando nesse novo formato”, destaca o prefeito Darci Lermen.

veja também