Estado mobiliza segurança pública para resgate de vítimas do acidente na ponte Rio Moju

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

(Foto: Wagner Santana/Diário do Pará)

O governador Helder Barbalho convocou, neste sábado (6), representantes de diversos órgãos da segurança pública para discutir ações para acelerar o resgate as vítimas do acidente ocorrido na ponte sobre o Rio Moju, ocorrido nesta madrugada. A ponte em questão é a terceira (no sentido de saída de Belém) do complexo de quatro pontes da Alça Viária, localizada na rodovia PA-483. Ela desabou após uma balsa ter batido um de seus pilares. Dois veículos que passavam na via no momento da colisão, caíram no rio.

A equipe de governo está reunida na sede do Comando do Corpo de Bombeiros, em Belém. A corporação informou que já iniciou as buscas na área. “É um dia triste após esse episódio lamentável. Neste momento, a nossa prioridade é agilizar as buscas pelas vítimas e dar total apoio às suas famílias”, disse o governador.


Segundo os Bombeiros, nenhum tripulante, certificado ou documento da embarcação que atingiu a ponte foi encontrado no local.

Técnicos da secretarias estaduais também estão reunidos na sede do Corpo de Bombeiros, em Belém, para definir alternativas e garantir o tráfego de veículos que utilizam a ponte para acessar Belém e os demais municípios da região. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) vai acionar judicialmente a empresa proprietária da balsa que colidiu com a ponte.

A ponte sofreu avarias por constantes choques de embarcações que já ocorreram e já estava em reparos há cerca de dois meses.

Publicidade

veja também