Estado recebe doação de 4 mil cestas de alimentos para famílias atingidas pelas cheias no Sudeste

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais 4 mil cestas de alimentos foram doadas a famílias atingidas pelas enchentes dos rios Tocantins e Itacaiúnas, no município de Marabá, no sudeste paraense, neste sábado (22), pela empresa Sinobras (Siderúrgica Norte Brasil). A doação foi oficializada pelo Termo de Doação celebrado entre o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), e o Instituto Aço Cearense, ao qual está vinculada a empresa de siderurgia.

Segundo o major BM Marcos Galúcio de Souza, comandante do 5° Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar, sediado em Marabá, a Sinobras vai doar mais 4 mil cestas, em 22 de fevereiro, totalizando a doação de 8 mil cestas de alimentos aos atingidos pelas cheias dos rios na região.


A mineradora Vale já doou 2 mil cestas de alimentos. Nos próximos dias, informou o comandante, a força-tarefa do governo que atua nas áreas tomadas pelas águas vão distribuir essas doações para as pessoas atingidas, incluindo ribeirinhos e ilhados. Também haverá reforço na alimentação para famílias que receberam cestas no início do mês, assim que o nível dos rios começou a subir.

Outros municípios – Das cestas que foram doadas ao longo da última semana, 1.050 já beneficiaram famílias de mais três municípios atingidos pelas enchentes: Bom Jesus do Tocantins, São João do Araguaia e Itupiranga. Para cada município foram entregues 350 cestas de alimentos.

Desde o início de janeiro, quando os níveis dos rios começaram a subir no Sudeste e em outras regiões do Pará, o governo do Estado mobiliza diversas áreas governamentais e trabalha em parceria com as prefeituras para minimizar o sofrimento de centenas de famílias que precisaram deixar suas casas em razão das enchentes. Transferência de auxílio financeiro, pelo Programa “Recomeçar”, e construção de abrigos estão entre as iniciativas do governo estadual.

As ações incluem, ainda, o resgate de animais que ficaram em imóveis inundados ou se perderam de seus tutores.

veja também