Publicidade

Ex-funcionário de Poker atira no dono, mata colega e se suicida

Uma tragédia ocorreu no Núcleo Cidade Nova na tarde de hoje, sexta-feira (9), por volta das 16 horas, em uma casa de poker localizada na Avenida 2000, Bairro Novo Horizonte. Raimundo Santos Cabral, o Kim Brown, atirou contra o ex-patrão, Rafael Torelli, e contra o ex-colega de trabalho, Ricardo Farias da Silva, o Quaresma, de 24 anos. Em seguida, afastou-se e atirou contra a própria cabeça.

Kim Brown e Quaresma morreram no local, onde os corpos estão sendo removidos pelo Instituto Médico Legal (IML) neste momento. Rafael, proprietário do estabelecimento, foi socorrido e encaminhado em estado grave para atendimento no Hospital Unimed, mas não resistiu ao tiro que levou na cabeça.


Conforme o sargento Isaías, um dos primeiros policiais militares a chegar no local, a guarnição coletou a informação de que Kim Brown havia sido acusado de roubo na empresa. “O Quaresma ‘derrubou’ ele para o Rafael, que é o dono. O Rafael demitiu o Kim Brown e esse ficou sem saber o que fazer da vida, arrumou um (revólver) 38, veio, matou o Quaresma e atirou no patrão, que foi com vida ainda para o hospital. Depois se afastou uns 150 metros e atirou na própria cabeça”.

Também alvejado, Rafael foi levado ao hospital, mas não resistiu / Foto: reprodução

 

A arma utilizada no crime foi apreendida pela Polícia Militar e entregue ao Departamento de Homicídios da Polícia Civil, que deverá investigar o caso. Testemunhas foram conduzidas para a 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil. Um funcionário da casa de poker informou à Reportagem que o estabelecimento é legalizado e funciona diariamente a partir as 18 horas.

TRAGÉDIA

A irmã mais velha de Quaresma, Izoete Farias da Costa, foi ao local onde ele foi morto assim que soube do caso. Conforme ela, a vítima morava no Bairro Novo Planalto e deixa uma filha de três anos.

O bombeiro militar José Santos Barreto, parente de Kim Brown, também conversou com o Correio de Carajás e informou que a profissão dele era segurança e atualmente estava trabalhando na casa de poker. “Hoje eu soube que houve os tiros e que ele acabou atirando em si depois. A família não sabe nada, dos motivos, foi uma tragédia inesperada”, lamentou.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu