Publicidade

Ex-funcionário de Poker atira no dono, mata colega e se suicida

Uma tragédia ocorreu no Núcleo Cidade Nova na tarde de hoje, sexta-feira (9), por volta das 16 horas, em uma casa de poker localizada na Avenida 2000, Bairro Novo Horizonte. Raimundo Santos Cabral, o Kim Brown, atirou contra o ex-patrão, Rafael Torelli, e contra o ex-colega de trabalho, Ricardo Farias da Silva, o Quaresma, de 24 anos. Em seguida, afastou-se e atirou contra a própria cabeça.

Kim Brown e Quaresma morreram no local, onde os corpos estão sendo removidos pelo Instituto Médico Legal (IML) neste momento. Rafael, proprietário do estabelecimento, foi socorrido e encaminhado em estado grave para atendimento no Hospital Unimed, mas não resistiu ao tiro que levou na cabeça.


Conforme o sargento Isaías, um dos primeiros policiais militares a chegar no local, a guarnição coletou a informação de que Kim Brown havia sido acusado de roubo na empresa. “O Quaresma ‘derrubou’ ele para o Rafael, que é o dono. O Rafael demitiu o Kim Brown e esse ficou sem saber o que fazer da vida, arrumou um (revólver) 38, veio, matou o Quaresma e atirou no patrão, que foi com vida ainda para o hospital. Depois se afastou uns 150 metros e atirou na própria cabeça”.

Também alvejado, Rafael foi levado ao hospital, mas não resistiu / Foto: reprodução

 

A arma utilizada no crime foi apreendida pela Polícia Militar e entregue ao Departamento de Homicídios da Polícia Civil, que deverá investigar o caso. Testemunhas foram conduzidas para a 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil. Um funcionário da casa de poker informou à Reportagem que o estabelecimento é legalizado e funciona diariamente a partir as 18 horas.

TRAGÉDIA

A irmã mais velha de Quaresma, Izoete Farias da Costa, foi ao local onde ele foi morto assim que soube do caso. Conforme ela, a vítima morava no Bairro Novo Planalto e deixa uma filha de três anos.

O bombeiro militar José Santos Barreto, parente de Kim Brown, também conversou com o Correio de Carajás e informou que a profissão dele era segurança e atualmente estava trabalhando na casa de poker. “Hoje eu soube que houve os tiros e que ele acabou atirando em si depois. A família não sabe nada, dos motivos, foi uma tragédia inesperada”, lamentou.

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags

Veja também

Fechar Menu