Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Ex-presidiário tomba ao tentar atirar em policiais no Bairro Betânia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Quem informou da missão foi o Investigador de Polícia Civil (IPC) Odorico Almeida, conhecido como “Rambo”, dando conta de que haviam várias denúncias anônimas feitas através do Disk Denúncia contra Lucas Santos Machado, que tinha 19 anos de idade e já esteve cumprindo pena por tráfico de entorpecentes e assaltos.

De acordo com informações também da mãe de Lucas, ela havia o recebido em casa com a promessa de que não iria mais viver de forma errada, porém, ele continuou a persistir na vida de traficante. “A polícia sabia de sua periculosidade, por isso, a estratégia para chegar até ele e prendê-lo com sucesso foi bem planejada”, conta Odorico Almeida, detalhando que a missão foi composta por vários policiais que se dividiram em várias equipes, detalhando que a equipe 1 entrou no local e fez a abordagem quando Lucas fingiu que iria se jogar ao chão para que se processe a revista e imobilização; mas, ao invés disto, ele se levantou, correu para seu quarto e voltou de lá com uma arma calibre 38, com todas as munições especiais, com a qual fez um disparo contra a equipe.


A equipe 2, conforme contado por Odorico Almeida, foi quem revidou à injusta agressão alvejando Lucas, que caiu no local. O jovem foi socorrido, mas, veio a óbito no hospital municipal.

 

As provas de que Lucas atuava no tráfico, segundo apurou a Polícia Civil, são claras; tendo estrutura e equipe para entrega de drogas e vigilância. Para despistar a polícia, o traficante, agora morto, não deixava a droga dentro de casa, mas, em local nas proximidades de onde morava com sua mãe.

A ação da polícia foi registrada no final da tarde da última quinta-feira (21), no Bairro Betânia, em Parauapebas.

Publicidade

Veja
Também