Falta de água causa transtornos para moradores de bairro periférico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Desta vez, o pedido de socorro vem do Parque das Nações II, um dos bairros do Complexo VS-10; onde, de acordo com o denunciante, Marquenede Lopez, os moradores vivem uma verdadeira calamidade por falta de água, situação que ele mensura persistir por mais de uma semana, desde que uma bomba queimou e ainda não foi arrumada. “O SAAEP nem a prefeitura nunca deram nenhuma posição a respeito de quando vai ser consertado a bomba e respectivamente resolvido o problema”, reclama Marquenede.

O morador detalha ainda que há no bairro o encanamento e reservatório de água, mas nunca foram ativados, e enquanto isso, os moradores se viram como podem, usando mangueiras que se espalham no meio das ruas. “Hoje o fornecimento de agua está sendo assim com essas mangueiras, sendo que temos tubulação passando na porta a mais de um ano e nunca foi feito a ativação”, relata.


Entre outras várias reclamações apresentadas por Marquenede, está a falta de pavimentação asfáltica, motivo que, segundo ele, a população está marcando uma manifestação a ser realizada em uma das principais avenidas do bairro e o futuro fechamento da mesma.

 

Outro lado

A equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar, sempre visando fazer um jornalismo sério e imparcial, entrou em contato com os respectivos órgãos responsáveis pela solução dos problemas apresentados e, em nota, recebeu as informações necessárias, confira abaixo na íntegra:

“Em relação ao fornecimento de água no bairro Parque das Nações II, o Saaep esclarece que: Oficialmente, o fornecimento do serviço é de competência da loteadora. Como o contrato não é cumprido, o Saaep tem trabalhado para contemplar as famílias do Parque das Nações II. Atualmente, o fornecimento de água no local é realizado parte por meio de carros pipa e também por um poço artesiano que abastece o reservatório local. O Saaep reconhece que o fornecimento para a região ainda não é o ideal e informa que está construindo mais um poço artesiano para abastecer o reservatório. A conclusão da obra está prevista para 60 dias”.

Já em relação às obras no local, a Secretaria de Obras (Semob) esclarece que:

“O bairro está no cronograma da Semob para receber os serviços necessários, assim que passar o período de chuvas”.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

veja também