Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Falta de combustível reduz número de micro-ônibus no transporte coletivo de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Ao todo é 54 o número de micro-ônibus que atende a população que precisa do transporte coletivo em Parauapebas; número que será reduzido durante a duração da greve dos caminhoneiros que prejudica o abastecimento de todo país.

A Central das Cooperativas, entidade responsável pelo transporte público coletivo na cidade está autorizada pelo Departamento Municipal de Trânsito e Transporte de Parauapebas (DMTT) a reduzir o número de veículos a circular pelas ruas da cidade.


O número de veículos circulando cairá 30%, ou seja, de segunda-feira a sexta, apenas 40 carros estarão atendendo a população, já no sábado e domingo, apenas 50 por cento desse número circulará.

Para entender bem essa situação, nossa equipe de reportagens procurou o presidente da Central, Francisco Brito, que detalhou o caso. “Temos uma pequena reserva de combustível estocado que não resiste há mais de três dias, o que significa que se a greve persistir o serviço poderá ser paralisado”, conta Brito, dando conta de que, enquanto for possível, todas a rotas serão atendidas em todo seu perímetro.

Mas, o presidente da Central dá a lamentável notícia que “caso a greve dos caminhoneiros persista”, a cidade poderá ficar sem o serviço de transporte coletivo de passageiros.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também