Família oferece recompensa por informações de mulher desaparecida em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Desesperados, familiares estão oferecendo recompensa de R$ 5 mil para quem encontrar, com vida, Dayane do Carmo Silva e Silva, 32 anos, desaparecida desde a tarde da última quinta-feira (3).

Tudo começou, conforme Boletim de Ocorrência registrado na 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas, por volta de meio dia, da citada data, momento em que a mãe de Dayane diz ter presenciado uma conversa telefônica da filha em que a mesma combinava de ir em um churrasco com um casal de amigos no Bairro Guanabara e não mais retornou.


Porém, durante a noite da data de seu sumiço, saiu nos noticiários locais que a Policia Militar, por meio de uma guarnição da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam), prendeu e conduziu à 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas o casal de namorados Wemesson Lima Alves, 21 anos, e Mirian Costa dos Reis, 33, supostos amigos de Dayane. Eles são acusados de tráfico de entorpecentes, tendo, por esse motivo, sido presos por volta das 22h20 de quarta-feira (2), no cruzamento das ruas Rui Barbosa e Mato Grosso, no Bairro Guanabara. Com eles os policiais militares encontraram 700 gramas de maconha, 134 de gramas de crack e uma munição calibre 32.

Na tarde de sexta-feira (4), populares denunciaram à Polícia Militar que havia uma motocicleta abandonada em uma via pública no Bairro Minas Gerais, no Complexo Vs-10, e para a surpresa dos militares se tratava do veículo de Dayane que segue desaparecida e o aparelho da mesma também não foi encontrado.

 

Qualquer informação sobre o paradeiro de Dayane do Carmo Silva e Silva podem ser encaminhadas para o Disque Denúncia através do telefone fixo e WhatsApp (94) 3312-3350, ou pelo aplicativo do Disque Denúncia Sudeste do Pará disponível para IOS e Android.

veja também