Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Familiares de jovem morto em acidente de trânsito pedem prisão de vereador

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O acidente fatal que vitimou o jovem Fernando Pereira, de 19 anos, comoveu amigos e familiares que fizeram caminhada pelas ruas de Parauapebas na manhã de hoje, 26, terça-feira, quando, com faixas, cartazes e palavras de ordem, pediam justiça pela morte do rapaz.

O ato se encerrou na Câmara Municipal de Parauapebas no momento em que acontecia sessão ordinária, onde o grupo de manifestantes, entre eles o pai da vítima, Iran Pereira dos Santos. “Se eu tivesse atropelado o filho dele, com certeza já estaria preso. Mas como ele é vereador e tem dinheiro, está solto e pronto para fazer mais vítimas”, desabafou Iran, enquanto os manifestantes pediam a prisão e a cassação do mandato do vereador João Assi, o popular João do Feijão.


Entre as frases nas faixas se destacam:

• “PRISÃO PARA ESSE ASSASSINO. QUE ESSE CRIME NÃO FIQUE IMPUNE”;
• “JUSTIÇA É O QUE BUSCAMOS PELA MORTE DO FERNANDO. QUE A JUSTIÇA SEJA FEITA”;

O vereador João do Feijão esteve na Câmara Municipal de Parauapebas e disse à nossa equipe de reportagens que entraria no plenário para participar da sessão, mas foi recomendado a não participar, por medida de segurança, já que o público estava inflamado a pedir justiça, o que poderia fugir do controle e causar grande revolta.

À nossa equipe de reportagens, João do Feijão afirmou que tudo está correndo dentro dos trâmites legais da justiça e que, certamente, responderá pelo lamentável ocorrido. “Foi uma fatalidade que poderia ocorrer, e ocorre, com muitos condutores. No entanto, não estou fugindo da responsabilidade, a prova disto é que estou aqui para participar da sessão”, afirmou o parlamentar.

 

Relembre o caso

O acidente aconteceu por volta das 18h30, de sábado,16 de setembro de 2017, quando a vítima caminhava pela Avenida Jamaica, bairro Vale do Sol, vindo de um campo de futebol, instante em que foi atropelada.
Ainda de acordo com testemunhas que presenciaram o acidente com vítima fatal, após atropelar o homem, João do Feijão teria trancado o veículo e se evadido do local na garupa de uma moto que na oportunidade teria sido pilotada por uma mulher não identificada.
A polícia e o IML foram acionados e depois dos levantamentos de praxe o corpo de Fernando Pereira foi removido e em caminhado para exame de necropsia no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves de Marabá.Após a remoção do corpo da vítima, o local ficou tenso, sendo que populares ficaram revoltados e tentaram atear fogo na camionete Amarok, ato impedido pela polícia, que de imediato chamou um guincho, levando o veículo para o pátio da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas.

Reportagem: Francesco Costa e Caetano Silva / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também