Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Festival Junino Jeca Tatu é declarado patrimônio cultural e imaterial

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Há 17 anos o Festival Junino Jeca Tatu embala os festejos do mês de junho em Parauapebas. A festa recebe anualmente expressivo público de diversas idades e culturas, atraindo, inclusive, pessoas de vilarejos e cidades vizinhas.

No decurso do tempo, o festival tornou-se um aliado na produção coletiva da cultura local, pois promove o resgate das tradições juninas, com o objetivo de valorizar a festa tradicional de São João e as influências dos diversos povos.


Para fomentar o festejo, que vem contribuindo com o desenvolvimento social e econômico, a vereadora Joelma de Moura Leite (PSD) apresentou na sessão ordinária da última terça-feira (25) o Projeto de Lei nº 31/2019, sugerindo ao plenário que o Festival Junino Jeca Tatu fosse instituído como patrimônio cultural e imaterial de Parauapebas.

Joelma Leite contou que o município é uma cidade rica em acervo cultural e é de grande importância conhecê-lo para compor a identidade de nosso povo, além de possibilitar o desenvolvimento de diversas atividades culturais e o fornecimento de grande diversidade de jogos e brincadeiras típicas dessa festa.

“Por meio da manifestação artística e pelo respeito à tradição popular, o Jeca Tatu tem contribuído para a prevenção da violência e do uso de drogas, ampliado a possibilidade de geração de renda para os envolvidos na festa, atraído turistas e promovido a preservação da identidade cultural parauapebense”, assegurou Joelma Leite.

Integram os festejos do evento a carroçada, em que as agremiações juninas se reúnem em um ponto estratégico da cidade com as carroças enfeitadas e brincantes caracterizados percorrendo as principais vias do município, anunciando as festividades. Ocorre ainda a realização dos concursos de Miss Simpatia, Miss Mulata, Miss Caipira de Salão, Miss Caipira e Jeca e Casamento na Roça. É instalado para o festival o tradicional coreto, que anima a comunidade que desfruta da praça de alimentação.

Vereadora Joelma Leite – PSD | Foto: Anderson Souza

 

O Festival Jeca Tatu tem se revelado uma festividade familiar necessária para manter vivas as tradições juninas e com elas oferecer à população valores culturais e sociais.

Por entenderem que é através das manifestações culturais que se mantém vivas as tradições e costumes de um povo, preservando sua identidade para as gerações futuras, os vereadores aprovaram o projeto de lei de autoria da vereadora Joelma Leite. O projeto segue para sanção do prefeito municipal Darci José Lermen. Após o ato administrativo, o Festival Jeca Tatu será o novo componente imaterial do patrimônio do povo de Parauapebas.

Publicidade

Veja
Também