Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Festival Junino Jeca Tatu segue na Praça de Eventos até domingo (28)

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Convite em comitiva, concursos Miss Caipira, Jeca, Casamento na Roça, Miss Caipira Gay, show e comidas típicas. Assim foi a abertura do XIII Festival Junino Jeca Tatu, que começou no dia 24, e segue até domingo, 28, na Praça de Eventos.

Tudo começa com a tradicional carroçada, um desfile que as agremiações juninas fazem pelas ruas de Parauapebas para convidar a comunidade. Divididos em comitivas e vestidos a caráter, os dançantes exibem simpatia, habilidade e paixão pelo estilo, uma cultura de raízes nordestinas.


Sergiane Vidigal dos Santos, 19 anos, marcou presença na carroçada. “Minha paixão é dançar. Festa junina é pura animação, agitação”, disse a jovem que há nove anos participa da festa e integra a agremiação Jovens do Cangaço, campeã do estilo Caipira, no ano passado.

E de paixão em paixão, a tradição já virou estilo de vida. É o que afirma Carlos Magno, presidente da Liga das Agremiações Juninas de Parauapebas (Liajup) que há 13 anos, vive em função de tudo que envolve quadrilha.

Planejamento, rotina dura de ensaios, figurino e competição. As atividades não se concentram apenas nas apresentações, é um trabalho contínuo que exige dedicação e tempo. E é na busca pela sincronia de coreografias e pela riqueza de detalhes das fantasias, que a rotina e trabalho das 21 agremiações que compõem a Liajup, – de tão sistemático e harmonioso – parece não ter início, meio e fim. “Vivo para o que faço. E faço com muita paixão”, assume Magno, orgulhoso pelos filhos que também já entraram no ritmo da dança.

Todos os anos, o Festival recebe o apoio da Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult). Para Rose Valente, secretária interina, é muito importante apoiar inciativas como o Jeca Tatu, um evento de tradição e que muito contribui para o fortalecimento da cultura no município.

O XIII Jeca Tatu, que este ano traz como homenageado Mestre Lucindo do Carimbó, acontece até domingo, 28, com shows, apresentação de Quadrilhas Juninas de Salão, Caipiras e Estilizadas. Dentre as atrações, também estão o Memorial Mestre Lucindo e a Casa do Caboclo, com exibição de vídeos em telão e literatura em cordel.

Programação

26/06 – Sexta-feira

20h – Apresentação de Quadrilhas Juninas Caipiras

21h – Apresentação do Grupo Folclórico Raízes Parauara

23h – Show do Juquinha do Acordeon

 27/06 – Sábado

20h – Apresentação de Quadrilhas Juninas Caipiras

21h – Apresentação do Grupo de Expressão Cultural Retumbá

23h – Show de Monteirinho do Acordeon

28/06 – Domingo

20h – Apresentação de Quadrilhas Juninas Campeãs e entrega de premiações

21h – Show da Banda Nó Di Aroeira

Publicidade

Veja
Também