Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Festival Tempo de Louvor 2019 chega ao final e premia vencedores

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Gabriel Nogueira faturou o Tempo de Louvor 2019 | Fotos: Felipe Borges

Ocorrida na noite do dia 12, sábado, a final da 4ª edição do Festival Tempo de Louvor marcou o encerramento da II Semana da Cultura Evangélica, realizada pela Prefeitura de Parauapebas através da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), em parceria com o Conselho de Ministros Evangélicos de Parauapebas (COMEP).

A Semana, recheada de eventos teve como ponto alto o encerramento do Festival Tempo de Louvor, que revelou, entre os 10 talentosos finalistas, os três vencedores. “Desde as audições ocorridas quando os mais de 300 inscritos apresentaram seus respectivos talentos, notamos que não seria fácil escolher os finalistas; mas, o competente corpo de jurados trouxe esse resultado e reconhecemos ter sido ótimo julgamento”, avaliou Gerardo Teixeira, um dos pastores que faz parte da organização.


Os jurados definiram os vencedores do Festival Tempo de Louvor 2019:

1° Colocado: Gabriel Nogueira – R$ 10 mil;
2° Colocado: Aurilany Neves – R$ 3 mil;
3° Colocado: Weudonkou Costa – R$ 2 mil.

Entre os vencedores, todos já participaram de outras edições; a exemplo do primeiro colocado, Gabriel Nogueira, que participou das duas edições anteriores, sem conseguir bom resultado. Aurilany Neves, participou de todas as edições anteriores, mas, agora, pela primeira vez sobe ao pódio com boa classificação. Quanto ao terceiro colocado, Weudonkou Costa, também participou de todas as edições, tendo ficado em segundo lugar na segunda edição, porém, na terceira não se classificou nem mesmo para a final.

 

De acordo com os organizadores, tudo depende do momento que o participante esteja vivendo, da música que escolhe, dos concorrentes e, claro, de uma boa pitada de sorte. Para o próximo ano, de acordo com as expectativas do secretário municipal de Cultura, Saulo Ramos, a parceria com o Conselho de Pastores já está garantida; pois, em sua avaliação, demonstrou excelente resultado. “Foi bom ver a dedicação de todos os envolvidos, tanto os participantes, quanto os organizadores e até a torcida. Mas, melhor mesmo foi notar a aprovação da comunidade evangélica que compareceu em todos os atos do Festival, nas audições e também na final”, qualificou Saulo Ramos, que, junto com os organizadores, já faz planos para que a próxima edição seja ainda melhor, tanto em número de inscritos, como também em premiação, o que atrairá mais participantes também de outros municípios, além de público, o que trará visibilidade para o município e aquecimento não só espiritual, mas, também financeiro para o comércio local.

Publicidade

Veja
Também