Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Finalistas do Festival Tempo de Louvor se preparam para disputa final

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Eles se destacaram entre mais de 300 candidatos que participaram de audições à capela, nos dias 27 e 28 de setembro, quando 39 participantes foram selecionados, e sábado (28), quando o número reduziu para apenas 10; o que os credenciou para participar da final da 4ª edição do Festival Tempo de Louvor.

De acordo com os organizadores, os 10 selecionados (Josinaldo de Arruda, Gabriel Nogueira, Gaby e Alessandro, Joandrson Barros, Weudonkou Costa, Ana Cristina, Luziane Lopes, Josielma Lima, Aurylane Neves, e Raíra Fereira) ensaiarão com a banda para que estejam afiados para enfrentar a decisão para escolher os melhores; desafio que acontecerá no dia 12 deste mês, um sábado, marcando o encerramento da Semana da Cultura Evangélica de Parauapebas; programação realizada pela Secretaria Municipal de Cultura (SECULT), em parceria com uma comissão composta por lideranças de igrejas evangélicas, tendo como objetivo a integração e contemplação desta comunidade, uma vez que já há diversas programações que contemplam a população católica e de outras religiões.


A premiação será na mesma data, quando o primeiro colocado receberá R$ 10 mil; o segundo colocado receberá R$ 3 mil; e o terceiro colocado receberá R$ 2 mil.

“O nível de qualidade de todos os inscritos foi alto, pondo em dificuldade o corpo de jurados; imagine como será na final, quando se apresentarão os 10 melhores de 300”, comentou com admiração Gerardo Teixeira, um dos pastores que faz parte da organização, dando por satisfeito com a retomada do sucesso do Festival Tempo de Louvor, e já faz planos para que a próxima edição seja ainda melhor, tanto em número de inscritos, como também em premiação.

 

De acordo com o pastor Gerardo, a idéia é melhorar cada vez mais para que participantes também de outros municípios, além de público, venham participar, o que trará visibilidade para o município e aquecimento nem só espiritual, mas, também financeiro para o comércio local.

No que depender da parceria com o governo municipal, nota-se que dá para esperar algo em crescente melhora, já que a primeira experiência de parceria tem sido harmônica. “Não tínhamos dúvida que essa parceria com a comunidade evangélica enriqueceria em muito a Semana da Cultura Evangélica; e posso dizer que é esse festival que está dando o brilho maior na programação”, enfatiza Saulo Ramos, secretário municipal de Cultura de Parauapebas, deixando o convite para que a população prestigie essa final”.

Publicidade

Veja
Também