Francisco Eloecio apresenta projeto que declara entidade Amonpa como de utilidade pública

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Manoel Chaves – Fundador da Amonpa

Foi aprovado na Câmara Municipal o Projeto de Lei nº 151/2021, de autoria do vereador Francisco Eloecio (Republicanos), que declara como de utilidade pública a Associação dos Moradores Nascidos e Criados em Parauapebas, Identidade e Cidadania (Amonpa).

Segundo a matéria, a associação foi criada em 2014 pelo atual presidente, Manoel Chaves Lima, com a finalidade de criar, organizar e gerenciar projetos relacionados ao desenvolvimento de Parauapebas, visando ajudar os pioneiros e nascidos no município.


A entidade vem ao longo desses anos participando de forma ativa na busca de solução de problemas comunitários por meio de várias coordenadorias distribuídas pelos bairros da cidade, localizando as possíveis pessoas e auxiliando de forma geral, conforme a necessidade de cada uma delas.

“A Amonpa demonstra de maneira muito clara diversas vantagens e resultados no âmbito social, político, ambiental e econômico, que impactam a sociedade com essa vontade de ajudar e amparar aquele que realmente precisa. Durante sua existência, a associação já fez trabalhos como distribuição de alimentos, bailes de debutantes, oferta de cursos profissionalizante, incentivo ao primeiro emprego, auxílio às mulheres, entre outras diversas ações sociais”, declara Francisco Eloecio.

O projeto de lei foi lido, discutido em plenário pelos vereadores e aprovado por unanimidade, e agora será encaminhado ao Poder Executivo para eventual sanção do prefeito Darci Lermen.

 

veja também