Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Fugindo da alta, consumidores antecipam as compras de pescados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Como é de costume na Semana Santa, puxado pelo aumento do consumo, o preço do pescado deve pesar no bolso do consumidor, devendo ficar mais caro, em algumas espécies, até 30%; preços geralmente praticados na quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira desta semana, período em que as vendas devem ter seu volume dobrado.

Para fugir da alta, consumidores lotaram no domingo (20) a feira que ocorre costumeiramente aos domingos no Mercado Municipal do bairro Rio Verde. “Fomos pegos de surpresa e quem tinha estoque faturou bem, pois a procura praticamente dobrou”, afirma Manoel Marques, que há 40 anos trabalha com a venda do produto, 18 destes em Parauapebas.


Segundo ele, o reajuste é normal neste período já que são dias em que muitos ainda mantêm o hábito de só consumir carne de peixes. Mas garante que quem aproveitou para comprar no domingo economizou, pois, os preços ainda não haviam sofrido reajustes. E dá a dica para os que ainda não compraram, afirmando que optem por peixes de criadouros que devem sofrer menores reajustes.
Trata-se de Tilápia e Tambaqui, maioria originados aqui mesmo do município de Parauapebas que, devido ao grande volume de ofertas, os peixeiros devem manter os preços.

Reportagem: Francesco Costa – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também