Funcionário da mineradora Vale é executado com disparos de arma de fogo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Investigadores da Polícia Civil estão atrás das imagens de câmeras de segurança para saber se as mesmas flagraram a execução do trabalhador Cleyton Jorge de Sousa Perote, 35 anos de idade, assassinado na madrugada deste sábado (27), no momento em que esperava ônibus para ir trabalhar no Projeto Salobo, da mineradora Vale.

O assassinato do funcionário da Vale ocorreu por volta das 5 horas da manhã, na Avenida Q, esquina com a Rua C-5, final da Rua G, Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas.


Por enquanto, a polícia investiga o caso com a possibilidade de crime de latrocínio, uma vez que levaram o aparelho de celular e a carteira porta-cédula com os documentos da vítima. Porém, nossa equipe de reportagens irá continuar acompanhando o caso, inclusive outras versões que estão circulando pela internet sobre ações trabalhistas e também de que a vítima estaria sendo intimidada e ameaçada por conta de uma ação que está correndo na Justiça.

Foto da vítima ainda em vida

 

Informações colhidas no local do crime dão conta que outro trabalhador estava esperando o ônibus também. Moradores disseram ter escutado dois disparos de arma de fogo e quando o dia amanheceu se depararam com o corpo da vítima estendido ao chão.

veja também