Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Funcionários do Mix Mateus Parauapebas entram em estado de greve

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com menos de um ano inaugurado em Parauapebas, o supermercado Mix Mateus já recebe a sua primeira manifestação por parte de funcionários que decretaram estado de greve durante a manhã desta quarta-feira (30) no empreendimento.

De acordo com informações obtidas pela equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar, os funcionários participaram de uma Assembleia realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Parauapebas (SINTRACPAR) e decidiram pela greve devido várias situações, entre elas: Banco de horas da empresa; Redução da jornada de trabalho; Desvio de funções; Maus tratos praticados por gerentes e outros superiores, entre outras reivindicações.


Pela parte da manhã os funcionários impediram que o supermercado fosse aberto e inclusive bloquearam as entradas do estacionamento, mas após negociação com homens do Grupo Tático da Polícia Militar e com representantes da empresa, o acesso foi liberado e o Mix Mateus funciona de forma normal, porém, com um número pequeno de funcionários.

De acordo com Luana Letícia, funcionária do Mix Mateus, a direção do empreendimento vem cometendo uma série de irregularidades com os funcionários. “Trabalhadoras grávidas que estão na reposição de mercadoria e são obrigadas a carregarem caixas de leite condensado e existe caso de trabalhadora que escorregou, se machucou e o gerente disse que o problema não é dele. A gente não tem voz nem vez, se a gente chegar a cair eles não nos socorrem e falam que estamos com preguiça e falam que se a gente não quer trabalhar é para dar espaço para quem quer”, relatou a funcionária que está grávida. “Não estamos atrás de arruaça, não somos vagabundos, estamos apenas atrás de nossos direitos”, relatou Luana.

Diretores do SINTRACPAR e uma comissão formada pelos trabalhadores que estão em greve, aguardam a chegada de advogados do Grupo Mateus de São Luís-MA para que a negociação tenha continuidade.

Outro lado

Visando sempre fazer um jornalismo sério e imparcial, nossa equipe de reportagens tentou falar com algum representante do Grupo Mateus para que comentassem sobre a greve dos funcionários, porém, ninguém quis falar sobre a manifestação.

Publicidade

Veja
Também