Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Garota de 18 anos é morta covardemente durante latrocínio em Parauapebas e acusados já estão presos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Parauapebas perde mais uma jovem vítima da violência que vem crescendo em vários bairros da cidade. Desta vez, familiares e amigos de Eureliane Vandara Lima dos Santos, que foi vítima de roubo seguido de morte (latrocínio), durante esta sexta-feira (20), estão em estado de choque com a morte da jovem que tinha apenas 18 anos de idade.

O crime aconteceu em plena luz do dia, por volta das 13h05min da tarde de ontem. De acordo com informações repassadas à Polícia por familiares da vítima, Vandara foi alvejada com um disparo de arma de fogo, tipo revólver. A jovem foi abordada na esquina das ruas 7 de setembro com a Getúlio Vargas, bairro Rio Verde, por dois elementos que estavam em uma moto Honda Biz, de cor branca, que exigiram o celular, que não foi entregue e o indivíduo que estava de carona desferiu o disparo que atingiu o abdômen de Vandara, que ainda chegou a ser socorrida, mas faleceu no Hospital Municipal de Parauapebas às 16h30min.


A morte trágica da jovem Vandara ficará para sempre na lembrança de seus familiares e amigos, principalmente para a sua filinha que tem apenas três anos de idade, completados ontem, onde durante o dia, a moça que foi vítima de violência estava bastante animada e comprando materiais para a realização de uma festinha de aniversário para a sua filha.

De acordo com Rafael Ribeiro líder estudantil, Vandara sempre foi uma menina cheia de sonhos, de sorriso contagiante e sempre disposta a contribuir nos projetos de escola. “Tive a honra de estudar com a Vandara na escola Carlos Drummond de Andrade em meados de 2008, e lá fizemos parte do Grêmio Estudantil, ela sempre estava disposta a ajudar. Infelizmente Parauapebas perde mais um de seus filhos para a criminalidade desenfreada que assola nosso município”, relatou.

Polícia agiu rápido

Mais uma vez, através de um belo trabalho investigativo da Polícia Civil, em menos de 24 horas do crime, dois acusados já foram presos e estão à disposição da justiça.

Tratam-se de Bruno Fabi de Oliveira, que segundo a polícia é o autor do disparo que ceifou a vida da vítima e Eduardo Santos Araújo, que pilotava a moto no momento do crime. Os acusados têm 18 anos de idade.

O responsável pelas prisões foi o Delegado de Polícia Civil André, que também estava em diligências atrás de um outro suspeito, mas não consegui localizá-lo.
A prisão dos dois elementos foi realizada por volta das 2h00min da madrugada deste sábado (21).

Reportagem: Bariloche Silva – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar
Fotos: Divulgação / Polícia Civil

Publicidade

Veja
Também