Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Governador Simão Jatene recebe o novo presidente da Vale

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O governador Simão Jatene recebeu no final da tarde da última segunda-feira (29) o novo o diretor-presidente da Vale, Fabio Schvartsman. A visita de cortesia ocorreu no Palácio do Governo, em Belém, e contou ainda com a participação do ex-gestor, Murilo Ferreira, que esteve à frente da empresa nos últimos seis anos.

Durante o encontro, os gestores falaram sobre investimentos e projetos em andamento no Estado, entre eles estão a siderúrgica de Marabá e a Ferrovia Paraense (Fepasa). A reunião foi avaliada positivamente pelo secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Adnan Demachki, que através da secretaria irá manter o diálogo com o grupo para a consolidação de investimentos de médio e longo prazos.


Fabio Schvartsman tem 63 anos, é graduado e pós-graduado em Engenharia de Produção pela Universidade Politécnica de São Paulo e pós-graduado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Trabalhou por dez anos na Duratex e por 22 anos no grupo Ultra, de onde saiu em 2007 como CFO da holding Ultrapar e sócio-diretor da Ultra S.A. Depois de comandar a Telemar Participações e a San Antonio Internacional, presidia, desde 2011, a Klabin. O executivo foi eleito pelo Conselho de Administração a partir de uma lista preparada por empresa internacional de seleção de executivos, a Spencer Stuart, conforme as normas da companhia. A posse ocorreu na última segunda-feira (22).

No final de 2016, a Vale colocou em operação na região de Canaã dos Carajás, no sudeste paraense, a mina de ferro S11D, considerado o maior projeto de minério de ferro da sua história e um dos maiores investimentos privados no Brasil nesta década. Os investimentos totais são de US$ 14,3 bilhões – US$ 6,4 bi aplicados na implantação da mina e da usina e US$ 7,9 bi referentes à construção de um ramal ferroviário de 101 quilômetros, à expansão da Estrada de Ferro Carajás (EFC) e à ampliação do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís (MA).

Nos últimos 12 anos, mais de R$ 1 bilhão já foi destinado ao município de Canaã dos Carajás, contabiliza a Vale, incluindo, entre 2004 e 2016, pela operação da mina de cobre do Sossego, investimentos sociais e pagamentos de Imposto sobre Serviços (ISS) e a Contribuição Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem).

Também participaram da reunião o diretor-executivo da Vale, Peter Poppinga e o gerente de Relações Institucionais da Vale no Pará e Maranhão e presidente do Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral), José Fernando Gomes Júnior.

Reportagem: Lidiane Sousa

Publicidade

Veja
Também