Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Governo do Pará destina mais 3 respiradores e 12 bombas de infusão para Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O governador Helder Barbalho acompanhou, na manhã desta terça-feira (5), a saída de respiradores e bombas de infusão que seguiram rumo aos hospitais regionais dos municípios de Redenção, Tucuruí, Parauapebas, Altamira e Abaetetuba. Os novos equipamentos vão ampliar os leitos de UTI nos hospitais, para os pacientes de covid-19 e de síndrome respiratória aguda.

Os equipamentos fazem parte da primeira leva de respiradores e bombas comprados pelo Governo do Estado na China. No total, chegaram 152 respiradores e 1.580 bombas de infusão. O restante dos equipamentos deve chegar a Belém ainda esta semana, totalizando 400 kits de UTI.


O Estado investiu R$ 100 milhões para a compra dos 400 kits de UTI contendo: 400 respiradores, 400 monitores multiparamétricos, 400 oxímetros de pulso e 1.600 bombas de infusão.

“Com isso, nós estamos garantindo regionalmente que as estruturas especializadas para pacientes da covid-19 cheguem ao maior número possível de municípios”, afirmou o governador Helder Barbalho.

Ao todo, foram enviados 10 respiradores e 40 bombas de infusão, sendo que o hospital regional de Tucuruí receberá um respirador e quatro bombas. Abaetetuba, Parauapebas, Redenção e Altamira, com três respiradores e 12 bombas cada.

“Este é um esforço do Governo do Estado do Pará, que investiu recursos e garantiu a compra de equipamentos para fortalecer os hospitais do interior, o que vai possibilitar atendimento de qualidade para a nossa população”, complementou o governador.

Reforço – Na noite desta segunda-feira (4), o Hospital Público Estadual Galileu (HEPG), na região metropolitana de Belém, recebeu 30 respiradores e 120 bombas de infusão. Já o Hospital de Campanha de Breves, que será inaugurado nesta quarta-feira (6), já recebeu cinco respiradores e 20 bombas de infusão. Em Marabá e Santarém o reforço foi de dez respiradores e 40 bombas de infusão para cada local.

Publicidade

Veja
Também