Governo entrega mais de 40 leitos exclusivos para Covid-19 em Marabá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O município de Marabá ganhou mais 42 leitos para atendimento exclusivo para pacientes com Covid-19 na manhã desta quinta-feira (11), sendo divididos no Hospital Regional Sudeste do Pará e no Hospital Municipal de Marabá, aumentando a capacidade de acolher a população da região sudeste.

“Nós estamos com as ações de reforçar a oferta de leitos na região. Hoje nós somos um dos quatro estados do Brasil que não tem fila de atendimento para covid, um dos únicos estados que está aguentando essa segunda onda e isso só é possível ao esforço de todos. Neste momento, estamos garantindo atendimento, mas é fundamental que cada um possa ter a sensibilidade de evitar a aglomeração”, disse o governador Helder Barbalho.


Ao abrir novos leitos em todas as regiões paraenses e equipar suas unidades de saúde, o o governo trabalha a estratégia de evitar filas de espera para leitos.

“Avaliamos todo o cenário epidemiológico regional e a necessidade de abertura de novos leitos. Viemos implementar esses leitos colocando a disposição da população todo o tratamento para a Covid-19 evitando que a gente perca mais pessoas nessa pandemia”, acrescentou o Secretário de Saúde Publica do Pará, Rômulo Rodovalho.

O Hospital Regional de Marabá oferta quatro leitos clínicos e 20 leitos de UTI para pacientes com Covid-19. Novos leitos foram instalados no espaço da clínica médica, sendo 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 8 leitos clínicos. Ao todo, a unidade hospitalar conta com 12 leitos clínicos e 30 leitos de UTI.

Para o diretor geral do Hospital Regional de Marabá, Waldemir Girato, com avanço da pandemia, a ampliação dos leitos vai desafogar o sistema de saúde na região. “A princípio, os leitos serão destinados a casos de covid. Porém queremos tranquilizar a população, uma vez que essa ala está localizada já em ambiente isolado, sem a presença de pacientes, em um andar específico”, ressalta.

Além de atender pacientes em ala exclusiva de pacientes de Covid-19, também mantém os atendimentos médicos ambulatorial, de urgência e emergência e outras especialidades.

Convênio de leitos – A preocupação do governo é dar uma retaguarda para que todas os municípios também possam atender à população nos hospitais municipais.

“O Estado não tem medido esforços no enfrentamento da pandemia. Diante de toda a dificuldade, o governo consegue ofertar leitos, alguns em parceria com o município, onde todos tem que se unir em favor da população do sul e sudeste do estado”, disse João Chamon, secretário Regional de Governo de Marabá.

O Hospital Municipal de Marabá recebeu oito leitos de UTI e 16 leitos clínicos. O convênio do governo do Estado com a prefeitura é uma estratégia de contigenciamento para que não o sistema de saúde da região não sofra pressão.

“A gente está trabalhando com vidas e não mede esforços para salvar. Em média, estamos atendendo 150 pacientes por dia aqui no hospital municipal, hoje, nós estamos com uma média de 70% de pacientes clínicos e dentro da UTI estamos com 60%. Essa parceria com Estado veio no momento certo, onde a pandemia está evoluindo, essa atitude faz com que a gente tenha uma assistência melhor para a comunidade de Marabá”, pontuou Luis Sérgio Matos , diretor geral da unidade municipal.

veja também