Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Grupamento do Corpo de Bombeiros tem novo subcomandante

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Tenente Joselito Teixeira | Foto: Pebinha de Açúcar

O Tenente Joselito Teixeira assume o subcomando do 23º Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar do Pará em Parauapebas. Entre as atribuições da função, estão: manter a disciplina do quartel, a harmonia entre a tropa, a funcionalidade em todos os setores de forma adequada interna e externamente; além da chefia da Seção de Atividades Técnicas, responsável pelas vistorias feitas pelo Corpo de Bombeiros em diversas empresas de atividades comerciais, além de outras, nos municípios de Parauapebas, Curionópolis e Eldorado do Carajás.

“Enquanto estiver sob nossa gestão, faremos de tudo para desempenhar o melhor trabalho para atender principalmente a comunidade que precisa de nossos serviços”, planeja Joselito Teixeira, detalhando ser os resgates, combate a incêndios e acidentes automobilísticos.


O novo subcomandante conta que, de acordo com a agenda estadual, já prepara para executar programação para o mês de férias escolares, julho, no atendimento aos balneários da região. Ele detalha que este trabalho é planejado pelo Comando Operacional de Belém, chefiado pelo Tenente Coronel Pinheiro, que estabelece as diretrizes dos trabalhos de acordo com a demanda informada e o efetivo de cada município.

Outro ponto de preocupação e atuação que está na mira do novo subcomandante é os incêndios florestais, cuja ação se enquadra na Lei de Crime Ambiental. “Sabemos que muitas queimadas são provocadas pelo homem. Muitas vezes para limpar áreas como, por exemplo, as pastagens; outras de forma meramente criminosa”, explica Joselito, dando como planos estabelecer parceria com a Prefeitura Municipal de Parauapebas através da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMDEC).

Assim, será treinada uma equipe de brigadistas que vai auxiliar o corpo de Bombeiros Militar nessa atividade. Porém, de acordo com Joselito, as gestões são distintas, sendo a brigada de responsabilidade do governo municipal através da Defesa Civil; sendo que, o que pode acontecer é um trabalho conjunto caso haja um incêndio florestal de grande proporção. Mas, os trabalhos e coordenação são de inteira responsabilidade do Corpo de Bombeiros Militar, sendo dele toda responsabilidade por qualquer situação de emergência, incêndio, ou outra situação; sendo essa uma atribuição constitucional. “Todas as entidades e também a comunidade pode contribuir na prevenção, controle e combate a queimadas. Mas, já pode contribuir muito mais evitando esses tipos de situações”, orienta Joselito.

A segurança da população que usa segmentos comerciais que a expõe a risco é outra prioridade do subcomandante; que diz ter como planos fazer fiscalização em balneários, clubes, condomínios e congêneres que exploram atividades aquáticas como, por exemplo, piscinas. Tais seguimentos deverão cumprir a normativa que é de ter “guardião de piscina”, treinados por empresa credenciada no Corpo de Bombeiros para que, além de oferecer segurança aos usuários, tenham respaldo em caso de incidentes em seu estabelecimento comercial.

A atuação do Corpo de Bombeiros como guardião é apenas em áreas públicas que não haja controle de entrada a exemplo de praias e outros lugares que se assemelhe; cabendo aos empresários procurar o Corpo de Bombeiros para fazer averiguação do estabelecimento antes que haja fiscalização ou acidente.

Quanto às queimadas urbanas, ele diz que já se nota os primeiros focos, porém, a campanha deverá ser iniciada após a primeira quinzena de junho ou início do mês de julho, já em parceria com a COMDEC. “Agora é momento de preparar equipamentos e viaturas; além de levar orientações para a comunidade através de entidades e escolas, para poder dar o melhor tempo resposta para sociedade”, conclui Joselito.

Publicidade

Veja
Também