Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Grupo de trabalho intersetorial realiza reunião sobre o Programa Saúde na Escola

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), em parceria com as secretarias de Educação (SEMED) e de Esporte e Lazer (SEMEL), participaram da reunião que definiu o Grupo de Trabalho Intersetorial (GTI), realizada no Centro Universitário de Parauapebas (CEUP), na manhã desta quinta-feira, 16. O GTI do Programa Saúde na Escola (PSE) apresentou os eixos do planejamento deste ano que norteiam a união das políticas públicas voltadas a crianças, adolescentes e jovens.

O encontro teve como objetivo apresentar índices de desenvolvimento humano no Município, articulando-se novas ações a partir da parceria entre escola e unidade de saúde, que são os pilares de sustentação do programa.


Mediada pela Supervisora de Saúde Infanto Juvenil do Programa Saúde na Escola (PSE) em Parauapebas, Sra. Ana Lúcia Souza Silva, a reunião contou com as presenças multiprofissionais de cada secretaria.

“O PSE incentiva a formação de grupos de multiplicadores entre os adolescentes, de modo a fomentar as iniciativas que impactam positivamente nos territórios”, ressalta Ana Lúcia.

O evento contou com a participação de 20 profissionais multidisciplinares, na pauta do encontro, o planejamento e a realização de ações em 45 escolas da rede pública municipais previamente selecionadas, envolvendo cerca de 37.217 educandos pactuados (alunos). O trabalho consiste na formação de um coletivo envolvendo os principais setores municipais, entre eles esporte e lazer educação, cultura e saúde.

Ações – O município deverá realizar, no período do ciclo, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti; promoção de atividades física e de lazer nas escolas; prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas; incentivo à cultura da paz, cidadania e direitos humanos; prevenção das violências e dos acidentes e identificação de educandos com possíveis sinais de agravos de doenças.

As propostas englobam, ainda, a promoção e avaliação de saúde bucal verificação e atualização da situação vacinal; promoção da alimentação saudável e prevenção da obesidade infantil; promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração; direito sexual e reprodutivo e prevenção de DST/AIDS; promoção da saúde ocular e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração.

“O primeiro encontro foi extremamente positivo. Quando pensamos em saúde, não apontamos apenas ausência de doenças. A saúde está para além disso, e deve envolver os mais variados setores. Este é um programa que vai de encontro aos problemas que crianças e jovens passam, principalmente na escola.  O Prefeito Darci Lermen e o secretário de Saúde Gilberto Laranjeiras, acreditam que pensando junto à comunidade escolar, estudando estratégias iremos conseguir superar esses conflitos, que envolvem a saúde, educação, violência e drogas e trabalhar arduamente com os temas de; Prevenção de Gravidez na adolescência, hanseníase, Leishmaniose e HIV/AIDS no município será um grande avanço”, explicou o secretários adjunto, Paulo Vilarinhos.

Publicidade

Veja
Também