Guarda Municipal é denunciado por agredir e ameaçar jovens em Praça Pública

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com histórico de homicídios e atentados contra a vida, alguns agentes da Guarda Municipal de Parauapebas (GMP) não são bem vistos por muitas pessoas de bem. Desta vez, mais uma denúncia chega à 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas, dando conta de que guardas têm abusado da autoridade ao fazer abordagens, sendo agressivos e desrespeitando pessoas que estão em locais públicos.

O caso foi denunciado por um dos jovens que estavam na Praça Mahatma Gandhi, no Bairro Cidade Nova, que contou na DEPOL trabalhar em um lava a jato na função de lavador de veículos e que, após cumprir seu turno de trabalho, convidou um amigo para se divertir na citada praça onde chegaram duas viaturas da Guarda Municipal e que após fazer a abordagem e identificação através de documentos pessoais, os agentes públicos teriam passado a lhe xingar de vagabundo e moleque.


Sem se deixar intimidar o agredido disse que iria denunciá-los na Polícia Civil, tendo como resposta de um dos Guardas Municipais um “tapa na cara”, mandando que ele tirasse o brinco e ameaçando que caso fizesse a denúncia, ficaria pior da próxima vez que o encontrasse. “Essa é a terceira vez que os guardas me abordam de forma agressiva e proferindo ameaças”, contou o relator, deixando tudo registrado no Boletim de Ocorrência.

O denunciante parece não estar para brincadeira e não tem medo das retaliações que possam vir dos Guardas, já que afirma topar fazer o reconhecimento e apontar quais são os agressores.

Outro caso

Outro Guarda Municipal foi conduzido pela Polícia Militar para a Seccional de Polícia Civil após pôr em risco a segurança da população ao trocar tiro em via pública. Conforme o registrado no Auto de Apreensão, que diz que o confronto foi com um Policial Penal no Bairro Nova Carajás.

Conforme informações repassadas pela polícia civil, a “discórdia” aconteceu quando se aproximava de zero hora desta terça-feira (13), momento em que o chamado chegou à guarnição através do Centro de Controle e Operações (CCO).

Com o GM foi encontrada uma pistola PT 380, arma que foi apreendida para averiguação e até que o caso seja apurado.

Semsi se manifesta

Através de nota enviada pela Assessoria de Comunicação (Ascom),  por meio da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), o Governo Municipal se manifestou sobre a situação envolvendo agentes da Guarda Municipal de Parauapebas em uma abordagem na noite do último domingo, 11, na praça Mahatma Gandhi, no Bairro Cidade Nova. “A Guarda Municipal estava em ação para dispersar aglomerações na praça, em cumprimento ao Decreto Estadual nº 800/2020 que proíbe aglomerações. Os fatos estão sendo apurados via Corregedoria da Semsi e, caso sejam constatadas irregularidades na atuação dos guardas, a prefeitura tomará as sanções administrativas cabíveis”.

Já à respeito do caso em que o GM trocou tiros em via pública o governo não se manifestou, já que a ação do servidor não ocorreu no exercício da função; mas, sim sendo uma atitude pessoal pelo qual ele mesmo deverá ser responsabilizo e responder junto à justiça.

veja também