Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Homem acusado de espancar filha não morreu na prisão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A suposta morte do agressor está se espalhando nas redes sociais, mas, de acordo com a assessoria de imprensa da SSP, não há nenhuma ocorrência de agressão contra David e ele permanece em uma cela separada dos demais detentos.

Santos foi preso na última quarta-feira (30) em Franco da Rocha, na Grande São Paulo. Ele foi filmado pela mulher, Rudinéia, agredindo a filha com um cinto no último dia 15. As imagens foram entregues à polícia. Na gravação, que dura 26 segundos, Santos afirma que vai bater na criança “porque ela está chorando”. Ele ainda desafia a mulher a filmá-lo. Santos acerta a filha doze vezes, enquanto a puxa pelo braço. O vídeo viralizou nas redes sociais.


O caso foi registrado como maus tratos e posse irregular de arma de fogo, já que a polícia encontrou uma munição de revólver calibre 38 em um carro que pertencia ao vigilante. O material foi apreendido para perícia.

Quem criou o boato usou a foto de um vendedor de DVD que foi esfaqueado por um assaltante na cidade de Itabuna (BA). O crime ocorreu em novembro de 2009.

Reportagem: Extra

Publicidade

Veja
Também