Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Homem tem crise de ciúmes e ateia fogo na casa de sua ex-namorada em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Corpo de Bombeiros Militar precisou movimentar duas viaturas de combate a incêndio e uma de resgate para apagar o fogo.

Ouvido pela reportagem, Diones Rodrigues confessou ter sido o responsável pelas chamas que consumiram boa parte da quitinete da vítima e de um apartamento vizinho. “A gente estava em uma festa e ela estava com outro cara. Discutimos, sai de lá e taquei fogo no edredom. Vi ela com outro rapaz e fiquei com ciúmes”, afirmou, acrescentando que os dois namoraram por dois anos e estavam brigados há 15 dias. Após acender o fogo com um isqueiro ele foi para casa, no Bairro da Paz, onde foi preso pela Polícia Militar.


Conforme informou o sargento Anderson, do Corpo de Bombeiros, a corporação recebeu diversos telefonemas informando acerca do incêndio. “Viemos rapidamente ao local e combatemos o fogo, que já estava se alastrando para as outras residências”, explica o bombeiro, acrescentando que as chamas danificaram bastante a quitinete da moça e atingiu também outra ao lado.

Segundo o delegado André Tavares, plantonista da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, Diones Rodrigues foi autuado em flagrante e irá responder por incêndio criminoso, podendo pegar pena de 3 a 6 anos de reclusão. Neste caso, não cabe fiança arbitrada pela autoridade policial, apenas pelo Poder Judiciário.

Embora Diones tenha se comprometido a pagar pelos bens perdidos, o delegado informou que ele deverá responder pelo crime de qualquer maneira. “O fato de ele pagar pelos danos, o que deve ser feito na esfera cível, não elimina o crime praticado, pelo qual ele vai responder”, finalizou.

Reportagem: Vela Preta / Waldyr Silva

Publicidade

Veja
Também