Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Homens desaparecidos são encontrados mortos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Desaparecidos desde sábado da semana passada, conforme matéria veiculada aqui no Portal Pebinha de Açúcar, os dois homens que sofreram uma emboscada na entrada da cidade de Canaã dos Carajás foram encontrados mortos: Alisson Fernando Alves de Oliveira, 21 anos de idade, e o outro conhecido apenas pelo prenome de Marinaldo.

Os corpos das duas vítimas foram levados para o IML de Parauapebas para procedimentos legais e também para serem reconhecidos por familiares. Segundo a polícia, Alysson Oliveira e Marinaldo não tinham nenhuma passagem pela polícia, mas Marinaldo já era conhecido no mundo do crime pelo apelido de “Índio”.


Entenda o caso – De acordo com Luana Pinheiro Souza, o marido dela, Alysson Fernando Oliveira, saiu de Parauapebas no sábado (28) com o recém-patrão dela, identificado como Marcos Barone da Silva Júnior, e mais três homens com destino a Canaã dos Carajás.

Na volta a Parauapebas, ainda de acordo com Luana Souza, o carro foi parado na saída de Canaã por um bando de homens com armamento pesado em três veículos. Os bandidos colocaram o marido dela, o patrão e os outros dois homens no porta-malas dos veículos e se dirigiram para uma estrada de chão, próximo de um motel.

“Michel, amigo meu e de meu marido, conseguiu escapar do bando, abrindo e saindo do porta-malas, veio para Parauapebas e contou o ocorrido”, descreve Luana Souza, acrescentando que por volta das 10 horas de domingo tomou conhecimento que o corpo do patrão, Marcos Barone da Silva Júnior, tinha sido encontrado sem vida e com marcas de bala calibre 12, enquanto que o marido dela e o outro homem continuavam desaparecidos.

Marcos Barone da Silva Júnior, na verdade, usava este nome falsamente, pois, segundo a família, seu verdadeiro nome era Adilson Furtado da Silva. Ele já tinha várias passagens pela polícia, pelos crimes de tráfico, roubo e violência doméstica.

A Polícia Civil continua investigando a causa dos três homicídios e procurando o veículo em que as vítimas se encontravam.

Publicidade

Veja
Também