Publicidade

Hospital 5 de Outubro sensibiliza profissionais sobre a importância da higienização das mãos

Usamos as mãos em praticamente tudo que fazemos e a pele é um reservatório de diversos microrganismos por meio do contato direto ou indireto, ou seja, toques em objetos e superfícies contaminadas. Esses micróbios podem ser transferidos de uma superfície para outra e as mãos são um meio eficiente para a transmissão de infecções e bactérias.

Por este motivo, o Hospital 5 de Outubro (HCO), em Canaã dos Carajás (PA), gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, realizou uma sensibilização nos dias 6 e 7/5 sobre este ato elementar, mas de extrema importância, que pode evitar uma série de infecções e salvar vidas.


A programação contou com um túnel contendo as informações do protocolo de higiene das mãos do HCO, um simulador de bactéria (glogerm) e uma caixa com luz negra, para que os colaboradores enxergassem se realizaram corretamente a técnica de higienização das mãos.

Segundo a enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), Janete Cavalcante, a ação teve o intuito de incentivar a prevenção e o controle das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS). “Essa iniciativa também visa a segurança dos pacientes e dos profissionais de saúde, além de comemorar o Dia Mundial de Higienização das Mãos, celebrado no dia 5 de maio”, explicou.

“Excelente e dinâmico. Reforçou muito o aprendizado teórico e prático”, declarou a auxiliar de Gestão de Pessoas do HCO, Gabriela Souza, sobre a capacitação. Quem também considerou o treinamento dinâmico foi a técnica de Enfermagem Maria Antônia Rocha. “A técnica correta e os cinco principais momentos recomendados pelo Ministério da Saúde para higienização das mãos durante o cuidado prestado ao paciente foram bastante frisados”, comentou.

Já a técnica de Enfermagem Marina Machado considerou o treinamento objetivo e claro, “A higienização das mãos é a ação menos dispendiosa e que mais controla a infecção hospitalar”, frisou.

Sobre o Hospital

O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D.

A unidade hospitalar possui estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico em: laboratório de patologia clínica, Ultrassonografia, Mamografia, Radiologia, Eletrocardiograma, entre outros, e atendimento clínico nas especialidades de Clínica Médica, Cardiologia, Oftalmologia, Pediatria, Cirurgia Geral,  Fonoaudiologia, Ginecologia/ Obstetrícia, Ortopedia, Psicologia e Nutrição.

O Hospital 5 de Outubro possui 22 leitos, sendo seis apartamentos individuais e 16 leitos de enfermaria coletiva. A unidade possui, também, um centro cirúrgico com duas salas de cirurgias e quatro leitos de recuperação pós-anestésicos.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Fechar Menu