Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

I Exposição Tecnológica de Parauapebas é realizada com sucesso pela Semmect

Quem visitou o Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC) de Parauapebas no final de semana teve oportunidade de conhecer um pouco do que vem sendo produzido no município na área de tecnologia, saber do que chegou de mais avançado na região, como os carros híbridos, e ainda pode se divertir com o “robozão”.

Tudo fez parte da I Exposição Tecnológica de Parauapebas (Expotec) realizada pela prefeitura, por meio da Secretaria de Mineração, Energia, Ciência e Tecnologia (Semmect). “Essa feira realmente Parauapebas já precisava. A gente está aqui do lado da maior mineradora do mundo, existe muita tecnologia que é empregada lá, que a gente tem contato próximo, mas o público não vê. Então, a feira é perfeita pra isso”, aprovou Denis Vieira, do ramo da engenharia do futuro e que apresentava as novidades empregadas em drones.

Com o tema “Tecnologia, empreendedorismo e desenvolvimento sustentável”, a exposição contou com 17 estandes e foi desenvolvida pela Semmect para ser um espaço de debate, apresentação de novas tecnologias, troca de conhecimento e para formulação de propostas que fomentem a inclusão e transformação digital em Parauapebas.

“A tecnologia está transformando o mundo e Parauapebas não pode ficar de fora. Então, foi desenvolvida essa primeira feira para empresas, profissionais, para estudantes”, disse o titular da Semmect, Leandro Brandão, que abriu a I Expotec na noite de sexta-feira, 10, ao lado do vice-prefeito João do Verdurão e dos secretários Mariano Jr. (Desenvolvimento), José Leal (Educação) e Wanterlor Bandeira (Obras) e do vereador Leandro do Chiquito.

Professores e alunos da Escola de Música Maestro Waldemar Henrique fizeram um show à parte enquanto o público não se desgrudava de um grande painel de captura de fotografias, que eram impressas em dez segundos e entregues, gratuitamente, para os donos das poses.

Juventude antenada

Aluna do Instituto Federal do Pará (IFPA), Luma Vieira estava entre os expositores animados com o evento. “Estamos apresentando vários protótipos que envolvem tecnologia e inovação. O meu, por exemplo, é um trabalho de monitoramento infantil em espaços públicos”, informou a técnica em eletrotécnica, que em 2022 irá enfrentar o curso de engenharia ambiental.

Como muitos jovens, Luma tem a mente voltada para a tecnologia e considera importante eventos como a Expotec para divulgação dos projetos e troca de ideias. “A tecnologia hoje em dia é o que move o mundo. Então, quando a gente traz projetos e incentiva os jovens a criar tecnologias a gente faz com que o mundo, o futuro seja melhor”, apontou.

 

Propostas e o robozão

Não foram somente as crianças que se encantaram com o Robozão da Expotec. Os jovens e adultos também, entre eles o vice-prefeito João do Verdurão, que não resistiu e caiu na dança com a máquina. “Eu fiquei muito surpreso com o robô. Eu ‘tieto’ muito as crianças, mas robô é a primeira vez. A exposição está muito bem organizada, tudo aqui é de muita qualidade”, elogiou João do Verdurão.

Conforme ressaltado pelo vice-prefeito e pelo secretário Leandro Brandão, a I Expotec é apenas mais uma ação que mostra que a tecnologia também é prioridade para o prefeito Darci Lermen, “O prefeito Darci tem trabalhado muito na busca de projetos, de propostas (tecnológicas) para o desenvolvimento do nosso município”, afirmou João do Verdurão.

Como resultado da I Expotec, adiantou o vice-prefeito, dois projetos chamaram atenção da prefeitura e terão a viabilidade analisada pelos técnicos. Para 2022, prefeitura espera aumentar o espaço da exposição, para que mais empresas e pessoas possam apresentar seus projetos tecnológicos.

Qual sua reação para esta matéria?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Leia também no Portal Pebinha de Açúcar:

Deixe seu comentário