Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Incêndio destrói prédio do Arquivo Público de Marabá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

De papel, nada sobrou e do prédio, aliás, ficaram de pé apenas as paredes. Os bombeiros tiveram dificuldades em controlar o fogo que se alastrou rapidamente.

Acredita-se que o fogo tenha iniciado por volta das 20 horas, mas só foi percebido quando as labaredas já podiam ser vistas de longe. Alunos de uma faculdade particular nos fundos do prédio, de frente para a Avenida VP-8, ficaram assustados e as aulas foram imediatamente suspensas. Uma farmácia nas proximidades também fechou as portas.


Felizmente, o fogo não ameaçou os prédios vizinhos, que também envolviam uma concessionária de motos, o antigo centro administrativo da Prefeitura, e um Buffet.

Não se sabe precisar ainda o motivo do incêndio, o qual dependerá de perícia. Na rua ontem, no entanto, os curiosos não deixavam de especular sobre o assunto, com teorias das mais diversas, aludindo até ação criminosa.

O fogo só foi debelado totalmente por volta da meia noite, porém quando nada havia restado inteiro no local. A prefeitura garante que nenhum documento da atual gestão foi destruído.

Nota da prefeitura de Marabá

A respeito do incêndio que destruiu documentos do Arquivo Municipal na noite desta terça-feira (19), a Prefeitura Municipal de Marabá tem a declarar:

1) O prédio atingido pelas chamas guardava papéis de administrações passadas, como documentos funcionais; informações de assentos de funcionários antigos falecidos, demitidos ou aposentados; atas de reuniões, livros de ponto antigos, frequências; e prestações de contas. Nenhum, porém do atual governo.

2) No início do atual Governo, a Secretaria Municipal de Administração solicitou ao Corpo de Bombeiros um laudo sobre a situação do prédio do Arquivo Público. Porém, o órgão não pode emitir o laudo porque na Secretaria de Obras não foram encontradas as plantas da edificação, muito menos os projetos hidráulico e elétrico.

3) Diante disso, tendo em vista que os demais prédios daquele Centro Administrativo em que estavam localizadas várias secretarias também apresentavam condições precárias, o Governo Municipal ficou preocupado com a segurança de servidores e documentos e tomou a decisão de retirar daquele local os órgãos e pastas que ali funcionavam. Transferiu para o antigo prédio da Caixa, na Marabá Pioneira, o Serviço de Atendimento ao Cidadão (Saci) e a Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Semac), além da Secretaria Municipal de Comércio, Indústria, Ciência, Tecnologia e Mineração (Sicom) e Procon. E também transferiu para a Velha Marabá o Sistema Nacional de Emprego (Sine).

4) Mais recentemente, retirou do antigo Centro Administrativo a Secretaria Municipal de Gestão Fazendária (Segfaz), que mudou para o mesmo prédio em que funciona a SDU, na VP-08, Folha 26, e para onde irão, nos próximos dias, a Secretaria Municipal de Administração (Semad), a Secretaria Municipal de Finanças (Sefin), a Controladoria Geral do Município (Congem), Comissão Permanente de Licitação e Comissão Processante.

5) Quase a totalidade da documentação referente à Secretaria Municipal de Educação (Semed) já havia sido retirada do prédio do Arquivo Municipal e transferida para local seguro.

6) As causas do incêndio serão apuradas pelo Corpo de Bombeiros e pelo Centro de Perícias Científicas (CPC), que emitirão laudos revelando o que causou o fogo.

7) A Prefeitura de Marabá agradece o esforço do Corpo de Bombeiros em debelar as chamas, assim com a imediata colaboração do Exército, Infraero e empresas parceiras da administração que enviaram caminhões-pipa para ajudar a combater o incêndio, que, infelizmente, consumiu valiosa documentação.

Reportagem: Partrick Roberto / CT online
Fotos: Enviadas via WhatsApp

Publicidade

Veja
Também