Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

ITUPIRANGA: Homem é morto em velório de sogro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Delegacia de Polícia Civil de Itupiranga investiga a execução, a tiros, de Roberto Borges Lima, de 40 anos, ocorrida no final da tarde de terça-feira (26), na Vila Cajazeiras, zona rural do município. A vítima estava no velório do sogro, Edson Dias dos Santos, de 74 anos, também assassinado na manhã de segunda-feira (25), em Marabá. Para a delegada Alice Lang, titular em Itupiranga, há grandes chances dos casos estarem interligados. O primeiro caso é investigado pelo Departamento de Homicídios da Polícia Civil, em Marabá.

A delegada informou, nesta quarta (27), que testemunhas que estavam no velório e familiares estão sendo ouvidos ao longo desta semana e algumas pessoas foram encaminhadas para confecção de retrato falado. O crime aconteceu por volta das 16 horas quando dois homens em uma motocicleta Honda Bros se aproximaram e começaram a efetuar disparos contra Roberto, alvejado oito vezes.


A equipe da Polícia Civil foi acionada esteve no local, acompanhando a perícia e remoção por parte do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Ainda de acordo com Alice Lang, testemunhas informaram ainda no local que um dos atiradores possuía porte baixo e gordo. As investigações já apontaram, também, que tanto Roberto como Edson, que era velado, atuavam como agiotas na região.

No carro de Roberto, uma caminhonete Nissan Frontier e foram encontrados vários cheques de dois bancos diferentes, além do documento de outro veículo, um Dodge Ram de placas MQQ-9642, o qual consta como roubado no sistema policial. Após o crime, uma equipe formada por policiais civis e militares foi até a Vila Brejo do Meio e fez buscas na fábrica de poupa de frutas pertencente a Roberto Lima, onde foi encontrado um revólver calibre 38 e uma espingarda de pressão, além de cartuchos de calibre 12 e dois carregadores de pistola 9mm.

O corpo dele foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Marabá, onde foi necropsiado. O sogro de Roberto, Edson dos Santos, foi executado por volta das 5h20 da segunda-feira, em frente a uma clínica de hemodiálise, na Folha 25, em Marabá. A vítima acompanhava a esposa, que iria passar pelo procedimento, e estava na calçada quando foi alvejada. O que se sabe, até o momento, é que o disparo foi efetuado por um homem que fugiu a pé. Uma enteada da vítima, que esteve no local, relatou ao CORREIO que Edson ia semanalmente acompanhar a esposa e nunca havia relatado nenhum problema que explicasse o assassinato. Ela acrescentou, ainda, não saber o que pode ter motivado a execução.

Reportagem: Luciana Marschall / Grupo Correio de Comunicação

Publicidade

Veja
Também