Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Jogando em casa, Parauapebas empata com o Independente de Tucuruí

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foi em uma partida valendo pela 3ª rodada do Campeonato Paraense de Futebol 2018 que o Parauapebas Futebol Clube (PFC) entrou em campo na noite desta quarta-feira (24), às 20h30, quando enfrentou no Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o “Rosenão”, o Independente de Tucuruí.

Uma partida confusa, em que as equipes não saíram do 0x0, com isto cada uma marcou apenas 1 ponto; ficando agora o time de casa (Parauapebas) com 2 pontos na chave A2, o que lhe garante a terceira colocação no campeonato. Já o Independente Tucuruí, mantém o segundo lugar com ótimos saldos de sete pontos na chave A1.


Na partida de ontem, um dos destaques foi o jogador Maninho, que, jogando com a camisa 18 do Gigante de Aço (PFC), entrou no segundo tempo e comparecia com frequência na área do adversário (Independente Tucuruí), porém não conseguiu nenhuma finalização. “Nosso time abafou, trabalhamos muito a bola, mas não conseguimos finalizar; porém este ponto valerá muito lá na frente na sequência do campeonato”, afirma Maninho.

Já o treinador, Léo Goiano, reconhece ter sido um jogo difícil contra uma equipe que veio fechada, não dando espaços para o PFC. “Foi um primeiro tempo disputado, por isto no segundo tempo pedi para que se acelerasse mais o jogo; porém, a equipe não tinha proposta para atacar, mas apenas para se defender e isso dificultou”, detalha Léo Goiano, qualificando o paraense como um campeonato difícil, por isto, em seus planos está a contratação de outros jogadores para dar suporte ao clube.

Mesmo com este resultado, o Parauapebas Futebol Clube ainda tem chances de classificação para as fases finais do primeiro turno do Campeonato Paraense de Futebol, devendo enfrentar o Águia de Marabá no sábado (27), às 16h00, em partida que vale pela 4ª rodada do campeonato. Apesar de ser em Parauapebas, devido o Estádio Zinho de Oliveira estar em reformas, o mando de campo no Rosenão, será da equipe de Marabá.

1º Tempo

A partida iniciada as 20h30 teve seu primeiro chute a gol aos 7 minutos do primeiro tempo, ataque vindo pelos pés de Tiago Baiano, camisa 2 do Parauapebas; não demorou para o time adversário, Independente Tucuruí, sofrer a segunda investida, feita aos 10 minutos, insistida de novo por Tiago Baiano que deu um chute a gol, porém a bola passou por cima do travessão.

Nos primeiros 15 minutos da partida, o Independente Tucuruí ficou apenas na defensiva, sem ataques expressivos, exceto um chute a gol contra o goleiro adversário feito por Leonardo, camisa 2, bola aérea que passou por cima do travessão; enquanto isso, o Parauapebas visitava com frequência sua área, mas perdendo todos os chutes a gol.

A partida seguiu amarrada, sem expectativas de fazer gols com equipes aparentemente inseguras, deixando apenas o tempo correr. O silêncio foi quebrado aos 20 minutos do primeiro tempo, quando o camisa 2 do PFC fez, de longe, um belo chute a gol, mas a bola caiu nas mãos do goleiro Paulo Rafael, que defendia a área do Independente Tucuruí.

Pelos 22 minutos, a partida seguia com muitas faltas, a maioria delas cavadas, o jogo continuava 0 x 0. Mas o ritmo da partida mudou aos 33 minutos quando Charles (3), Chicão (8) e Ray Gol (9) armaram uma jogada, mas não concretizaram em gol.

A falta mais grave da partida foi cometida aos 32 minutos do primeiro tempo, por Monga, camisa 9 do PFC, contra o goleiro do Independente, Paulo Rafael, que ficou estendido ao chão. A partida paralisou por pelo menos seis minutos.

Aos 39 minutos Paulo Rafael foi substituído por Dida, goleiro que seguiu defendendo o Independente Tucuruí com a camisa 12.
O primeiro tempo teve 49 minutos de bola rolando, e não saiu do 0x0.

 

2º tempo

A segunda etapa da partida, iniciada às 21h36; e já aos 8 minutos de bola rolando, Fabrício, camisa 10 do Independente Tucuruí, recebeu cartão amarelo.

Aos 17 minutos, Augusto Recife chutou a gol, mas a bola foi defendida por Dida, goleiro do Independente. Aos 21 minutos acontece a primeira substituição feita pelo técnico do Independente Tucuruí, Misomar Junior, mandando entrar Shelson, com a camisa 16, em substituição ao camisa 11, Chaverinho.

O PFC também fez substituições, saindo o camisa 10, Evandro, entrando em seu lugar Angelo com a camisa 16. Augusto Recife que jogava com a camisa 8, foi o primeiro do PFC a levar cartão amarelo, ato ocorrido aos 31 minutos do segundo tempo.

O Independente Tucuruí fez mais uma substituição, aos 34 do segundo tempo. Desta vez saiu o camisa 10, Fabrício, para entrar o camisa 15, Guly Aguiar.

Aos 35 do segundo tempo, Monga também foi substituído, entrando em seu lugar, com a camisa 21, Weliton.

Já na reta final da partida, Maninho deu um susto no goleiro do Independente Tucuruí, com um chutaço a gol, bola defendida.

Os acréscimos foram de 4 minutos; já aos 49 do segundo tempo Rodrigo, camisa 4 do PFC, recebe cartão amarelo. Logo em seguida, o juiz apitou o final da partida que não saiu do 0x0.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também