Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Jovem de 19 anos é achado amarrado e morto a tiro na zona rural de Curionópolis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O ano de 2018 está chegando ao fim, porém, as autoridades policiais do sudeste do Pará continuam tendo muito trabalho para investigar crimes que estão sendo registrados ao longo do ano.

Durante a tarde da última quarta-feira (26), policiais de Parauapebas foram acionados através de um irmão de Wedilei Pereira Fernandes para atender um caso de homicídio que foi registrado nas proximidades do Sítio Águas Claras, localizado na zona rural de Curionópolis, município que fica distante cerca de 30 km de Parauapebas.


Em conversa com a reportagem do Portal Pebinha de Açúcar, Wedilei afirmou que estava em sua propriedade rural cuidando de plantas, quando ouviu um disparo de arma de fogo. “De imediato, imaginamos que se tratava de um disparo efetuado contra algum macaco, que é encontrado com facilidade na estrada. Em seguida, saímos e avistei de longe o corpo de um homem e voltei logo”, relatou Wedilei que ligou para seu irmão que reside em Parauapebas, que por sua vez, comunicou as autoridades policiais sobre o homicídio.

“Nunca tinha visto esse rapaz. Depois do disparo, percebemos o barulho do carro saindo”, relatou Wedilei Pereira.

Foto de documento da vítima

 

Identificação da vítima fatal

Homens das polícias Militar, Civil e do Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local da ocorrência e identificaram a vítima fatal como sendo Gleidson Farias Sousa, que tem 19 anos de idade e é natural do município de Governador Nunes Freire, no Maranhão.

Agora, os investigadores de polícia abriram inquérito para apurar o caso e tentar desvendar e posteriormente prender os matadores do rapaz que perdeu sua vida de forma violenta, tendo inclusive suas mãos amarradas na parte de trás do corpo. Os criminosos atiraram nas costas de Gleidson.

Publicidade

Veja
Também