Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Jovem de 20 anos confessa que matou o Cabo Santarém em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Eduardo Araújo Barbosa, que tem 20 anos de idade e que estava em silêncio desde sua prisão, realizada pela Polícia Militar manhã da última sexta-feira (13), apontado como um dos envolvidos na morte do policial militar Raimundo Nonato Oliveira de Souza, o Cabo Santarém, confessou o crime em depoimento realizado na tarde da última terça-feira (17).

A equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar ainda não teve acesso ao depoimento do mesmo, entretanto as informações repassadas pelas autoridades policiais, dão conta que Eduardo relatou que a chegada dele e dos comparsas na casa do Cabo Santarém seria para roubar e não para o matar.


O caso aconteceu por volta das 23h00 do dia 11 de setembro de 2017, no interior da residência da vítima, que fica localizada no bairro Cidade Jardim, em Parauapebas. Quatro indivíduos invadiram a casa do policial que se preparava para dormir, momento em que passaram a torturá-lo e a esfaqueá-lo, em seguida, baleando a vítima com quatro tiros da própria arma do policial.

Eduardo Araújo foi preso no bairro dos Minérios, mediante mandado de prisão temporária expedido pela Justiça de Parauapebas.

Agora, a polícia levará Eduardo até a Vila Sororó, onde outros dois envolvidos no crime morreram em confronto com a Polícia de Marabá, após terem assaltado uma loja naquela localidade.

Na fuga, na hora da intervenção policial, segundo as investigações, a pistola PT-40 do policial morto em Parauapebas, foi levada pelos assassinos e teria sido jogada no matagal, próximo onde os mesmos foram abordados pela polícia.

Reportagem: Caetano silva / Correspondente policial do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também