Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Legislativo aprova criação da semana de combate e prevenção à trombose venosa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foi aprovado na sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (18) o Projeto de Lei nº 89/2019, de autoria da vereadora Eliene Soares (MDB), que institui no âmbito do município a semana de combate e prevenção à trombose venosa profunda e à embolia pulmonar.

A matéria propõe que a referida semana seja realizada anualmente no período que compreende o dia 13 de outubro, em alusão ao Dia Mundial de Conscientização e Combate à Trombose. O objetivo da proposição é conscientizar a população por meio de procedimentos informativos, educativos e palestras sobre a doença e debater sobre iniciativas de prevenção e combate.


O desenvolvimento de ações preventivas será realizado principalmente junto a grupos considerados de risco, como pacientes no pós-operatório, pessoas que sofreram algum tipo de traumatismo, pacientes com histórico de enfarte cardíaco e câncer, idosos, obesos, fumantes e gestantes.

A doença

Na justificativa do projeto, Eliene apresenta informações sobre a definição da doença e as estatísticas a respeito dela no país.

A trombose venosa profunda é uma doença grave, caracterizada pela formação de trombos (coágulos) dentro de veias profundas, com obstrução parcial ou oclusão, sendo mais comum nos membros inferiores — em 80% a 95% dos casos. Quando não diagnosticada a tempo e tratada adequadamente, pode evoluir e causar sérias complicações, que podem incapacitar o indivíduo para determinadas atividades e levá-lo a óbito. De 5% a 15% de indivíduos não tratados da trombose podem morrer de embolia pulmonar.

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, um ou dois habitantes a cada mil sofre de trombose venosa profunda e embolia pulmonar — são cerca de 1,5 milhão de brasileiros. A trombose responde por 20% dos casos de acidente vascular cerebral (AVC) no país. Em razão disso, a conscientização sobre a gravidade da doença e da necessidade da adoção de medidas preventivas é essencial. A rápida adoção de estratégias diagnósticas e terapêuticas é crucial para evitar essas complicações.

Com a instituição da Semana Municipal de Combate e Prevenção à Trombose Venosa Profunda e à Embolia Pulmonar, esta lei busca aumentar a conscientização sobre a doença, reduzir o número de casos não diagnosticados, incrementar medidas para prevenção baseada em evidências, incentivar os cuidados da saúde de forma a criar estratégias para garantir melhores práticas para a prevenção, diagnóstico e tratamento, entre outras ações”, argumentou a vereadora.

Tramitação

O Projeto de Lei nº 89/2019 foi analisado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), que emitiu parecer favorável pela aprovação. Todos os vereadores votaram a favor da proposição, que será enviada para sanção do prefeito Darci Lermen.

Caso o projeto seja sancionado, a Semana de Combate e Prevenção à Trombose Venosa Profunda e Embolia Pulmonar passará a integrar o calendário oficial de eventos do município de Parauapebas.

 

Publicidade

Veja
Também