Legislativo aprova indicações com benfeitorias para áreas de educação, finanças, infraestrutura e assistência social

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O parlamento municipal aprovou na sessão ordinária desta terça-feira (17) diversos pedidos de melhorias em vários setores de Parauapebas.

Rafael Ribeiro


Na Indicação nº 183/2022, o vereador Rafael Ribeiro (MDB) requisitou ao Poder Executivo que seja disponibilizado atendimento psicopedagógico nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município.

Rafael Ribeiro explicou que nem sempre a boa atuação do professor em sala de aula é suficiente para solucionar problemas de aprendizagem.

Por isso, existe a equipe multidisciplinar escolar que conta com vários profissionais, sendo um deles o psicopedagogo institucional, que tem a função de avaliar o comportamento de alunos, identificar os fatores que interferem na aprendizagem e oferecer soluções para melhoria desse campo.

Em alguns casos, é necessária uma intervenção mais intensiva que use métodos clínicos, o que faz com que a família precise buscar um especialista em psicopedagogia clínica.

Joel do Sindicato

Por sua vez, o vereador Joel do Sindicato (PDT) apresentou a Indicação nº 184/2022, solicitando ao Executivo Municipal a criação de escolas técnicas municipais para qualificação, profissionalização e capacitação de jovens e adultos.

Segundo o parlamentar, a associação entre o desemprego e a falta de mão de obra qualificada retarda ainda mais o processo de recuperação pós-pandêmica nos empregos e, consequentemente, na economia municipal. Sendo que, o meio mais direto e eficaz para equacionar essa questão é o investimento na educação profissionalizante.

Josivaldo da Farmácia

O vereador Josivaldo da Farmácia (PP) aproveitou os debates parlamentares para apresentar duas proposições. Na Indicação nº 190/2022, Josivaldo pediu à prefeitura a criação de uma linha de crédito, via Banco do Povo, para aquisição de veículo novo por parte dos mototaxistas de Parauapebas.

Conforme destacou o vereador, o pedido vai apoiar os mototaxistas, contribuindo com o desenvolvimento deste segmento em no município, oferecendo recursos que facilitem os meios de aquisição de veículos novos e que sejam possibilitados de trabalhar, minimizando uma das maiores dificuldades desses trabalhadores, que é a aquisição de seu instrumento de trabalho, devido ao valor alto ou dificuldades de financiamento pelas vias comuns.

Na Indicação nº 191/2022, o vereador Josivaldo requisitou um estudo de viabilidade para a ampliação de todos os estacionamentos próprios públicos da cidade.

Para Josivaldo, com uma das maiores frotas de veículos por habitantes do Brasil, com mais de 100 mil veículos contabilizados em 2020, Parauapebas necessita de estacionamentos mais amplos para a população, em especial, para atender aos órgãos municipais.

Israel Miquinha

Na ocasião, o vereador Israel Miquinha (PT) pediu, na Indicação 192/2022, que a administração municipal construa um abrigo ‘albergue’ para acolher pessoas em situação de rua, proporcionando qualidade de vida digna.

Além da parte principal que é um leito, oficinas dos mais variados tipos que ensinarão um ofício aos que estiverem dispostos a aprender, pois a intenção das oficinas é manter os abrigados ativos e com vontade de crescimento.

Assim, o albergue poderá convencer aos que não têm moradia a aceitarem um leito individual, em um local habitável e que de fato possibilite vida nova com qualidade, fazendo com que eles voltem a se sentir como parte da sociedade e que esse ponto de encontro seja apoio para uns com os outros.

Eliene Soares

Por fim, a vereadora Eliene Soares (MDB) apresentou ao plenário duas proposições. Na Indicação nº 194/2022, a vereadora requisitou ao Executivo a criação de mecanismo de incentivo para que empresas privadas possam ampliar as contratações de jovens aprendizes.

A legisladora revelou que atualmente Parauapebas possui uma “garotada” com idade entre 14 e 24 anos composta por 40 mil pessoas.

No meio desse público, que em tese deveria ter plena ocupação, seja estudando ou trabalhando, há mais de 10 mil que nem estudam nem trabalham.

“Acredito que a educação liberta e emancipa, mas ela sozinha, desacompanhada de oportunidade, tem alcance restrito. E aí entra o papel do poder público, em criar mecanismos para que a educação se efetive e transcenda, derramando-se para além do que se aprende no banco da escola. Temos de iniciar nossos meninos e meninas com trabalho no mercado, na farmácia, na clínica, na loja, no escritório, para que eles coloquem em prática as noções do beabá, da tabuada, do bom relacionamento e da cidadania, e levem isso para a vida, sendo pessoas melhores e preparadas”, assegurou Eliene Soares.

Na Indicação nº 195/2022, a vereadora requereu a construção de uma praça no Bairro da Paz. Segundo destacou, a comunidade do bairro é histórica no processo de formação da cidade de Parauapebas e uma das mais populosas da sede municipal. Porém, o Bairro da Paz não tem uma grande praça, sendo essas áreas de convivência importantes para a prática de atividades físicas, quando providas de academias de ginástica ao ar livre e incentivam o comércio, já que diversos estabelecimentos se instalam no entorno das praças.

Aprovação

Após as devidas apresentações, as proposições foram submetidas à votação parlamentar e aprovadas. Com o parecer favorável da Casa Legislativa, todas serão enviadas ao Poder Executivo para análise e possível implementação.

 

veja também