Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Liga das Agremiações Juninas será reconhecida como entidade de utilidade pública

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Os vereadores aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei nº 8/2019, de autoria de Rafael Ribeiro (MDB), que declara como entidade de utilidade pública a Liga das Agremiações Juninas de Parauapebas (Liajup). A proposição foi votada na sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (7).

Rafael informa na proposição que a Liajup tem desenvolvido um trabalho que fortalece a tradição e mantém acesa a chama da alegria das festividades juninas desde que foi criada no ano de 2002, quando fez sua primeira apresentação no Festival Jeca Tatu.


Desde então, a entidade vem desenvolvendo um importante trabalho na modalidade de festejos juninos, com grandes apresentações, disputas entre as agremiações locais e de outros municípios, nas quais tem conquistado várias medalhas.

Durante a discussão do projeto, Rafael Ribeiro enfatizou que a Liajup merece ser reconhecida como entidade de utilidade pública, devido ao relevante trabalho que realiza, dando aos jovens o prazer de desenvolver suas habilidades na dança, suas criatividades nos vestuários e suas imaginações nas coreografias, tornando prazerosa a ocupação com o trabalho e a disciplina, fazendo com que cada vez mais jovens interajam com a vivência entre as equipes.

“A Liajup tem um papel fundamental com a nossa juventude, realizando todos os anos o Festival Jeca tatu, onde agrega um número grande de jovens. São projetos como esse que a gente precisa. Então, nada mais justo do que reconhecer com esse título o trabalho dessa entidade, que presta esse serviço para a juventude de Parauapebas”, destacou Rafael Ribeiro.

Rafael Ribeiro – MDB

 

Joelma Leite (PSD) parabenizou Rafael pela iniciativa e ressaltou a importância do reconhecimento como entidade de utilidade pública para o desenvolvimento de atividades. “Agora vai ser possível captar recursos públicos; poderão fazer muitas ações para melhoria da cultura”.

Joelma Leite – PSD 

 

O presidente da Câmara, Luiz Castilho (Pros), também destacou a relevância da iniciativa para fomentar o desenvolvimento cultural. “É a possibilidade de mantermos e criarmos cultura, juntamente com identidade para nossa cidade”.

O que é

A declaração de utilidade pública é o reconhecimento pelo poder público de que uma entidade civil presta serviços de acordo com o seu objetivo social, de interesse para toda a coletividade, em vista do bem-estar social.

No âmbito municipal, o assunto é regido pela Lei nº 4.340/2007, que dispõe sobre a concessão de título a entidades beneficentes e filantrópicas de Parauapebas. A legislação estabelece que podem ser declarados como entidade pública as associações de classe e órgãos não governamentais que se destaquem em promover o bem-estar social e o engrandecimento social e cultural.

Para obter o referido título, é necessário o atendimento de certos requisitos fundamentais, tais como a entidade não ter fins lucrativos; contar com no mínimo dois anos de comprovada atuação no município; ser obrigada a prestar contas dos gastos, caso receba recursos públicos; não ter membros e familiares com vínculo com o Poder Executivo e Legislativo; e não remunere seus diretores.

Encaminhamento

O Projeto de Lei nº 8/2019 será enviado para sanção do prefeito Darci Lermen e assim que for promulgado a Liga das Agremiações Juninas de Parauapebas será oficialmente uma entidade de utilidade pública.

Publicidade

Veja
Também