Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Livro “Manhã de Domingo” é relançado por jovens em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

As jovens escritoras Jéssica Gomes e Sabrina Medeiros relançaram na noite da última quarta-feira (14), a segunda edição do livro de poesia “Manhã de Domingo”, em noite de autógrafos no Centro de Desenvolvimento Cultural de Parauapebas (CDC). O livro foi editado com o apoio da Equipe Letra Boa, que tem como um dos principais idealizadores o professor José Vieira, um defensor da literatura parauapebense.

O livro, com 62 poesias, tem prefácio da vice-presidente da Academia Parauapebense de Letras (APL), Terezinha Guimarães, no qual ela diz: “A beleza desta obra é vista com os olhos de um amor profético, onde a poesia embala o encanto do viver”.


A experiente escritora destaca ainda que “Jéssica e Sabrina retratam a magia de um novo amanhecer, celebram a vida com gratidão; fazem-se presentes no universo poético e social, representando esta nova geração”.

Terezinha Guimarães acrescenta em seu prefácio sobre a obra: “Elas envolvem-se na circularidade deste novo amanhecer; vivem intensamente no canto, na poesia e nos embalos das diversões; atuam no palco da vida, como seres pensantes”.

A escritora, autora de vários livros e membra fundadora da Academia Parauapebense de Letras, afirma que “vale ressaltar a imaginação e entender nossa história; quem somos, o que queremos, onde estamos e o que fazemos”. E conclui dizendo: “Agradecermos a Deus pelas vitórias e a família que temos, saudar a todos com alegria, nesta MANHÃ DE DOMINGO”.

Jéssica Gomes nasceu em 30 de agosto de 1999 em Novo Repartimento (PA). É filha de Miriam Gonzaga Gomes e de José dos Reis de Almeida. Ela é estudante do segundo ano do ensino médio.

Sabrina Medeiros nasceu em 3 de julho de 2000 em Paragominas (PA). É filha de Cláudia Medeiros e de João da Cruz Oliveira. É aluna do segundo ano do ensino médio na Escola João Prudêncio de Brito e um dos seus sonhos é ser Paleontóloga.

As duas jovens escritoras, autoras de “Manhã de Domingo”, foram criadas e residem em Parauapebas, para a alegria dos amantes da literatura e da poesia.

Reportagem: Lima Rodrigues

Publicidade

Veja
Também