Publicidade

Lixo acumulado nas ruas contribuiu para alagamentos, diz Sargento do Corpo de Bombeiros

Bairro Rio Verde foi um dos mais atingidos pelas chuvas

Durante a forte chuva que caiu em Parauapebas na tarde de ontem, quinta-feira (21) e boa parte da noite, homens do Corpo de Bombeiros tiveram um dia atípico e com muito trabalho, inclusive, militares que estavam de folga foram acionados para atender algumas ocorrências.

A equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar conversou com Anderson de Sousa, segundo Sargento do Corpo de Bombeiros Militar em Parauapebas, que afirmou que atua no município desde o ano de 2003, porém, nuca tinha presenciado nas proximidades do Mercado Municipal do Rio Verde um volume tão grande de água. “O que chamou bastante nossa atenção, foi a grande quantidade de lixo nas ruas, o que acabou entupindo bueiros e contribuindo com os alagamentos”, relatou o bombeiro.


Ainda de acordo com Anderson de Sousa, as chuvas iniciaram por volta das 16h00 e os chamados começaram a chegar no quartel por volta das 16h40. “Saímos para atender as ocorrências e só voltamos por volta de 22h00”, relatou o sargento, que informou para a reportagem que a ocorrência mais delicada foi atendida por eles no Bairro Rio Verde, nas proximidades da Avenida JK, onde a mãe e uma criança recém-nascida estavam ilhadas e tiveram que ser resgatadas com o auxílio de um bote do Corpo de Bombeiros.

Sargento Anderson de Sousa

 

Graças ao empenho dos guerreiros do Corpo de Bombeiros e de diversas pessoas que sempre ajudam em momentos como este, felizmente não foi registrado nenhum incidente com vítima fatal, porém, os prejuízos materiais, como carros alagados, casas que foram invadidas pelas águas, entre outros, são bem grandes.

“Isso é uma vergonha, moramos em uma cidade milionária que tem dinheiro mais do que alguns estados no Brasil e infelizmente entra governo e sai governo e esse problema não é resolvido, afinal, basta cair alguns minutos de chuva que alaga tudo por aqui e temos vários prejuízos, como ontem, por exemplo”, relatou a pequena empresária Maria de Lourdes.

No final da manhã desta sexta-feira (22), a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parauapebas encaminhou uma nota à imprensa, confira abaixo na íntegra:

“A Prefeitura de Parauapebas informa que durante e após a forte chuva desta quinta-feira (21) no município foi realizado todo o atendimento de emergência às famílias que tiveram suas residências atingidas de alguma forma.

As equipes da Defesa Civil ficaram de plantão e atenderam 46 famílias, das quais quatro tiveram que ser remanejadas de suas residências e foram acolhidas por familiares ou vizinhos. Uma casa foi levada pela enxurrada.

Importante destacar que os problemas de alagamento e enxurradas no município deverão ser sanados com o Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap), que terão suas obras iniciadas ainda neste semestre e que serão financiadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com contrapartida do município.

Além do atendimento das equipes da Defesa Civil, máquinas e profissionais da Secretaria Municipal de Obras (Semob) e de Serviços Urbanos (Semurb) atuam na limpeza de bueiros e vias.

De acordo com o boletim da Defesa Civil de Parauapebas, emitido nesta sexta-feira (22), às 9:15, a chuva de ontem resultou em 25 pontos de alagamento, dois de deslizamentos, cinco de enxurrada e seis de inundações. O nível do Rio Parauapebas chegou à 5,57 metros, acima da média histórica para o mês atual, e o volume de chuva no período de aproximadamente 30 minutos foi em média 69,5 mm. A Defesa Civil do município pode ser acionada pelos números 3356-2597 ou 199″.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Pebinha de Açúcar Comunicação e Marketing
LTDA-ME – CNPJ: 05.200.883.0001-05
Parauapebas – Pará – Brasil
(94) 99121-9293 (whatsapp) | (94) 98134-2558

Acompanhe o Pebinha nas redes sociais

Copyright © Pebinha de Açúcar – 2018. Todos os Direitos Reservados.

Fechar Menu