Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Maçonaria esclarece que matador de criança não pertence à instituição

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Apresentando-se como sociedade séria que agrega empresários e pessoas de bem que lutam pela igualdade social através da fraternidade, a Loja Maçônica Lealdade e Justiça nº 61 se manifesta através de nota a respeito do caso do estupro e assassinato da criança Carla Emanuelly, ato bárbaro praticado pelo padrasto Deyvyd Renato e a mãe da vítima Irislene da Silva Miranda.

Em nota, a Loja, através de seus veneráveis mestres, afirma que Deyvyd Renato não faz parte da irmandade, tendo usado os símbolos da citada sociedade de forma leviana em suas redes sociais.


Confira na nota:

Publicidade

Veja
Também