Mãe e filho que sobreviveram a incêndio em Parauapebas são transferidos para Ananindeua

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Thaysa Jéssica Santos Paiva e o filho, Miguel Paiva, sobreviventes do incêndio que vitimou a pequena Micaelle Sophya Paiva Barbosa, de cinco anos, na última quinta-feira (22), em Parauapebas, foram transferidos do Hospital Geral de Parauapebas (HGP), neste domingo (25). Eles agora estão no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, região metropolitana de Belém.

Uma ação judicial movida pelo advogado da família de Thaysa obteve deferimento na 1ª Vara Cível e Empresarial de Parauapebas, sendo cumprida pelo município, que custeou a ida de Thaysa à Ananindeua. O Hospital Metropolitano, onde os dois estão internados, é referência no tratamento de queimados na região Norte do país. Não há maiores informações sobre o estado de saúde deles.


 

O caso

A casa onde a família Paiva morava, no Bairro Cidade Nova, Parauapebas, foi atingida por um incêndio na última quinta-feira (22). O acidente foi causado por uma espécie de fogão improvisado a álcool, que estava em cima de uma cadeira de plástico. Micaelle Sophya Paiva Barbosa, de apenas cinco anos, chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. A mãe da menina, Thaysa Jéssica dos Santos Paiva, e o irmão mais novo, Miguel Paiva Barbosa, de 1 ano, foram socorridos em estado grave. O esposo de Thaysa estava no local e sofreu queimaduras nas mãos. A filha mais velha de Thaysa, Michelly da Silva Barbosa, de sete anos, também estava na casa no horário do incêndio, mas não foi ferida.

veja também