Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Manifestações em favor dos caminhoneiros seguem nesta terça-feira (29) em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A manifestação em apoio ao movimento dos caminhoneiros em Parauapebas continua, e na manhã desta segunda-feira (28), se concentrou na Rodovia PA-275, entre as ruas JK e do Comércio, onde grande multidão se reuniu, aos empresários locais e representantes de classes, formando um grupo sem partidarismo e apenas com uma bandeira, a do Brasil.

Um dos empresários envolvidos é João Barreto, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Parauapebas (Siproduz). Ele conta que o movimento, teve início pelos caminhoneiros, que tiveram coragem de “peitar” no sistema corrupto, por isto decidiu dar ao apoio para buscar solução para um problema que é de toda a sociedade brasileira. “A gente tem que se unir para vencer mais esta batalha. O povo é honesto e trabalhador, mas não tem conseguido carregar esta carga que o governo tem imposto em nossas costas”, afirma João Barreto, planejando unir mais pessoas ao movimento nacional para auxiliar a mudar a realidade do que está errado em nosso país.


De acordo com Barreto, os caminhoneiros são apenas a ponta do iceberg, já que são eles quem transportam a riqueza do país e, ainda segundo o presidente do Siproduz, melhorando a tributação e o preço do combustível, muita coisa melhora, pois, isto incide no preço final dos produtos. “O problema não é apenas as altas taxas de impostos, mas como estão usando o que de nós é arrecadado”, mensura o pecuarista, citando estradas sem manutenção, hospitais sem médicos nem medicamentos, escolas deterioradas e sem professores em número insuficiente.

 

Empresários de outros segmentos também se juntaram ao movimento. Um deles é Linei Fernandes, que é proprietário de um posto de combustíveis. Ele lembra que o ato de apoio iniciou no sábado (26), com a união de empresários que tinham o desejo de contribuir com a causa. “Coletamos mantimentos para fazer alimentação para os participantes. Mas, a quantidade foi tão grande que decidimos dividir com os caminhoneiros que estão no movimento em Eldorado do Carajás. Foi então que entendemos ser momento de nos posicionar em favor da causa”, lembra Linei, dando conta de que fechou sua empresa e trouxe os funcionários para participar do movimento.
Ainda segundo Linei, nota-se que muitos apoiam o movimento, mas poucos vêm para as ruas para se manifestar.

Nesta terça-feira (29), o grupo volta a se manifestar, dessa vez, com concentração a partir das 8h00 nas proximidades da Farmácia Zero Hora, que fica localizada no Bairro Cidade Nova, em Parauapebas.

Reportagem: Francesco Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também