Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Marabá: Música vencedora de festival critica a Vale, patrocinadora do evento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foi com um xote regional que o cantor Cláuber Martins carimbou uma das duas vagas da seletiva marabaense do V Festival de Música Popular Paraense, realizada na noite desta quinta-feira (1º), na Praça São Félix de Valois, na Marabá Pioneira. O evento é promovido pela RBA TV e tem o patrocínio da Vale.

A canção de Cláuber Martins faz uma crítica ao “desenvolvimento” que se instalou na região sudeste do Pará, mas que ao mesmo tempo desconfigura o cenário bucólico que havia até pouco tempo atrás, causando graves mudanças na fauna e na flora.


Cláuber é um “rato” de festivais, já tendo vencido duas edições do Fecam (Festival da Canção em Marabá) e sempre apresenta uma letra crítica e reflexiva.
A quinta e última estrofe da música “Fornalha”, selecionada no V Festival de Música Popular, é um bom exemplo dessa característica: “O curumim, que assistia o beija-flor, beijando as flores da estação, agora vê fotografia em preto-e-branco entre as fornalhas de carvão e presencia a dança tosca de um trem por entre as linhas de transmissão”.

Na estrofe anterior, Cláuber destila parte de sua angustia pelo desmatamento desenfreado através dos versos: “O castanhal agora é mata de eucalipto cheirando a solidão”, uma referência às guseiras do Distrito Industrial de Marabá, responsáveis por boa parte do desmatamento e transformação de mata nativa (uma parte de castanhais) em carvão para abastecer os altos-fornos das siderúrgicas.

As apresentações das 12 músicas selecionadas da etapa de Marabá do V Festival de Música Popular foram transmitidas ao vivo pela TV RBA para todo o estado. A segunda classificada para a final foi a música “Brasileiros”, composição e interpretação de Jaivânia Batista Araújo de Souza.
As eliminatórias da capital serão nos dias 8 e 14 de agosto, na Fazenda Show. A final ocorrerá no dia 5 de setembro, na Assembleia Paraense, com transmissão ao vivo da RBATV e gravação de CD e DVD. O primeiro colocado ganhará R$ 15 mil, o segundo R$ 12 mil e o terceiro levará R$ 9 mil.

Reportagem: Paulo Costa

Publicidade

Veja
Também