Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Marido e esposa pioneiros de Parauapebas são executados na zona rural de Curionópolis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foto de arquivo do casal de pioneiros de Parauapebas

A execução sumária dos empresários Arlindo Setubal dos Santos e a esposa Francisca Lucirene Nascimento chegou como uma bomba nesta quarta-feira (12) em Parauapebas. O crime ocorreu na propriedade rural deles, localizada na comunidade conhecida como Barra do Cedro, zona rural de Curionópolis. A tragédia foi comunicada à polícia por um dos filhos.

Os corpos das vítimas foram encontrados em um quarto da residência. Arlindo Setubal estava deitado ao chão, sem camisa, vestia um short, com as mãos amarradas para trás. Já Francisca Lucirene estava ao lado do marido, deitada com um travesseiro sobre a cabeça.


As vítimas foram executadas a tiros, acredita-se que durante a madrugada desta quarta-feira. De acordo com as primeiras investigações, nada teria sido levado da casa pelos criminosos, nem mesmo o veículo do casal. Arlindo e Francisca estavam refugiados no sítio da família fugindo da pandemia do novo coronavírus.

O crime repercute bastante em Parauapebas, haja vista as vítimas serem bastante conhecidas por se tratarem de pessoas pioneiras da “Capital do Minério”.

Ela deixa três filhos adultos, frutos de um primeiro relacionamento. Todos estão estarrecidos com tamanha tragédia na família. Arlindo era padrasto dos três e bastante querido.

ATUALIZAÇÃO:

A reportagem apurou que o todo o inquérito será montado pela Delegacia de Parauapebas e depois repassado para a Delegacia de Curionópolis que tem autonomia sobre o caso.

Um vizinho do casal que também tinha uma propriedade na zona rural foi levado para prestar esclarecimentos. De acordo a apuração feita pela reportagem, ele nega envolvimento no duplo homicídio.

Remoção dos corpos

Somente no começo da noite desta quarta-feira foi que funcionários do Instituto Médico Legal (IML) conseguiram encontrar a localidade onde ocorreu os homicídios.

Sob muita comoção, as vítimas foram removidas, serão necropsiadas e liberadas para os procedimentos fúnebres.

Publicidade

Veja
Também